Archive | julho 2015

COMUNICADO

Caríssimos,

 

Meu computador deu pane novamente. Vou viajar por cerca de 10 dias e irei  deixá-lo na assistência neste período. Assim, não terei como publicar A Semana Astrológica desta semana e da próxima e provavelmente também não será possível publicar sobre a Lua Cheia de Aquário, pelo menos não os textos tradicionais.

Tentarei publicar algo pelo menos com palavras-chave sobre o clima da semana e da Lua Cheia.

Voltamos ao ritmo normal de  publicação assim que possível.

Agradeço desde já a compreensão de todos.

Luz e bênçãos!

 

A Semana Astrológica: Paciência, haja paciência!

crescent all posters

Allposters.com – Reprodução

Semana de 20 a 26 de julho

Esta é uma semana de influências bastante contraditórias. Por um lado há muita tensão e frustração no ar, impaciência e irritação, contudo, há também possibilidade de lidarmos com isso de forma responsável e com tino razoável, basta nos afinarmos com as vibrações certas.

Eventos muito importantes e significativos dão início a acontecimentos que podem definir situações que terão impacto no longo prazo, especialmente na área das relações afetivas, sociais, parcerias de trabalho e negócios e investimentos em geral. Estamos falando de Vênus, que estaciona em Virgem na sexta-feira, para entrar em retrogradação no sábado, voltando a ficar direta somente no dia seis de setembro. Este ciclo de retrogradação de Vênus fica mais delicado porque envolve essa quadratura a Saturno em Escorpião, indicando que o período de provações tenderá a ser mais pesado dentro dos relacionamentos e para a auto-estima em geral – hora de calibrar nosso senso de valor e amor próprio e isso provavelmente se dará em meio a um forte sentimento de solidão e introspecção. Com Vênus retrógrada há grande tendência à retração nos mercados financeiros – sim, período de vacas magras! – especialmente porque essa retrogradação envolve Saturno, como já disse, e porque teremos também Júpiter em quadratura ao mesmo Saturno, no mesmo período, aspecto que já se faz sentir fortemente a partir desta semana. Apertem os cintos! Vênus em marcha à ré também desfavorece cirurgias plásticas e todos os procedimentos de beleza maiores, que envolvam grande transformação ou mudança. Não é bom momento também para iniciar parcerias comerciais, para abrir empresas ou fazer compras vultosas, que signifiquem grande investimento financeiro – leia mais sobre Vênus retrógrada aquiVênus ainda fica muito visível e brilhante nos céus por algumas semanas. Vale a pena botar reparo depois do por do Sol.

venus

Walasse Ting – Via Pinterest , artista de origem chinesa-americana – Reprodução

Outro que fica retrógrado no domingo é Urano em Áries. Seu período de retrogradação é mais longo e vai de 26 de julho a 26 de dezembro! Com urano retrógrado a tendência a inflexibilidade e espírito iconoclasta pode aumentar vertiginosamente e conseqüentemente recrudescer as tendências conservadoras em outros. Assuntos que envolvam tecnologia podem entrar em estandby e temos chances de reavaliar onde precisamos alterar nosso comportamento e atitudes pessoais na relação com os outros. É um momento de avaliar as mudanças que já tenhamos implementado e fazer eventuais ajustes que se mostrem necessários.

tics-argumentales-retoricas-intransigencia_1_1544505

Reprodução

Nesta semana temos também Marte em quadratura plena a este Urano desacelerado, indicando a conflagração de uma tensão que vem se acumulando desde a semana passada. Como Marte ainda está em orbe de oposição a Plutão, temos formada, na verdade uma T-Square Cardinal, que pede ação e resolução. Marte-Urano requer cuidados com a precipitação, a inquietação e a ansiedade, elementos que quando não conscientes podem nos expor a acidentes, domésticos ou urbanos, além de nos deixar muito impacientes e dispostos a comprar brigas desnecessárias. Há grande frustração e irritação generalizadas e precisamos ficar vigilantes para que isso não represente conflitos concretos difíceis de sanar. Na sua manifestação positiva, esse aspecto vem favorecer a liberação de histórias velhas e rançosas, o desembaraçar-se de apegos que nos impediam de avançar em direção a novos e maiores objetivos. Liberdade e maturidade!

Ethan Heidlebaugh

Ethan Heidlebaugh – Reprodução

Temos ativado por muitos dias um Grande Trígono em Água, formado por Marte, Mercúrio e Sol em Câncer, mais Saturno em Escorpião, Quíron em Peixes e ainda a Lua passando por Escorpião. Este Grande Trígono sinaliza um período em que acessamos nossos sentimentos com mais desenvoltura, autorizando-os e expressando-os sem medo ou vergonha. A sensibilidade favorece a aproximação e a troca afetiva em níveis mais profundos e verdadeiros, mas urge ter delicadeza ao emprestar ouvidos e ombros para outros… As sensibilidades estão de fato muito afloradas e é preciso respeito e consideração com aqueles que resolvem abrir o coração para nós. Vênus retro em Virgem nos alerta: E eu sendo pobre, tenho apenas meus sonhos. Lancei meus sonhos sob seus pés. Caminhe suavemente! Pois você pisa nos meus sonhos!” (Yeats).

lioness eu

Reprodução – Desconheço o Autor

Por outro lado, temos a ajuda e a sustentação do Sol Canceriano fazendo trígono a Saturno em Escorpião, indicando resiliência e maturidade na condução e busca dos objetivos, além de uma necessária estabilidade interior no enfrentamento dos desafios da semana. Depois da sobriedade Saturnina o Sol ingressa na Alegria de Leão à 00h30min da quinta-feira, seguido de perto por Mercúrio, que também entra em Leão às 09h14min do mesmo dia. Mercúrio, aliás, fica Cazimi, no Coração do Sol (conjunção de 17 minutos) das 10h22min às 22h16min e nesta conjunção exata temos realçadas as qualidades Mercuriais da comunicação, da loquacidade e uma grande abertura mental. Insights maravilhosos podem acontecer, pois Mercúrio, o Mensageiro do Rei se une a ele para receber novas ordens para os próximos três meses.

O Sol ingressando em Leão – PARABÉNS LEONINOS! – inaugura um tempo de cuidarmos melhor do nosso coração, literal e figurativamente. De investirmos na alegria e nos nossos talentos e potenciais criativos; de buscarmos nos expressar com mais autenticidade; de sermos mais generosos e intuitivos; de procurarmos viver nosso mito pessoal com paixão, ardor, honra e coragem, como pede um Coração de Leão!

Crescent moon rising over the sea

Juan Jose Gimenez Gonzalez  Reprodução

A Lua abre a semana na fase Crescente, em Virgem. Segue por Libra e oficializa o Primeiro Quarto já em Escorpião, na madrugada de sexta-feira e fecha a semana no festivo e aventureiro signo de Sagitário. Nessa jornada ela conversa harmoniosa ou beligerante, com todos os demais corpos celestes.

etsyy

Suzanne Woolcott – Reprodução

A Lua Crescente abre a semana ainda em Virgem na SEGUNDA-FEIRA. Faz trígono a Plutão em Capricórnio e ao longo das horas conversa harmoniosa com Marte em Câncer, seu hóspede, mas faz quincunce a Urano em Áries e se opõe a Quíron. Recupera-se desse flagelo buscando as palavras amigas de Mercúrio, que está como um filho, pois estão ambos em recepção mútua. Vênus também está em Virgem, solícita e vestal, mas ainda em quadratura a Saturno. Dia melindroso, de emoções e sentimentos delicados. A segunda começa industriosa, a todo vapor, mas conforme as horas passam percebemos que talvez estejamos afundados em inúmeras ocupações frenéticas na tentativa de ignorar o coração pesado e oprimido no peito. Talvez até desejássemos arrancá-lo de vez porque talvez o vazio fosse mais fácil de suportar. De onde vem tanto peso? De lugar nenhum e de todo lugar… Mesmo que não consigamos identificar problemas graves que nos deixem tão carregados, nossa sensibilidade hoje é capaz de captar o sofrimento a quilômetros de distância. Sentimos a dor do mundo e ela dói em todo lugar, em mim, em você, no outro… O que podemos fazer? Nosso melhor, o que quer que seja isso, onde quer que estejamos. Vibremos raios de amor, luz e conforto para o mundo, para o planeta… Emitamos aceitação, perdão, cura, consolo… Em algum lugar alguém sofre dores excruciantes e mesmo que não saibamos quem é ou o que fazer, podemos enviar uma oração, um pensamento de apoio que seja bálsamo curativo. E se formos nós a sofrer, acolhemos também nossa própria dor. Sejamos gentis conosco mesmos, porque a aceitação é o primeiro passo para a cura. Trabalhemos silenciosamente, humildemente, benevolamente, sem reclamações ou lamentos. Façamos do silencio nossa oração. E exponhamo-nos à beleza, onde ela puder ser encontrada, vista, ouvida, sentida, percebida. A beleza é bálsamo que cura e alivia muitos sofrimentos. Emitamos luz, sejamos luz! E amor! À tarde a influência Lua-Saturno ajuda na concentração e na execução das tarefas importantes.

perpetual-inspirtation tumblr

Perpetual-inspirtation.tumblr  Reprodução

Na TERÇA-FEIRA o Sol Canceriano está em trígono a Saturno. A Lua segue afinada, meio tímida, com Mercúrio em Câncer, com o Sol e também com Saturno. Ingressa em Libra às 10h22min e faz conjunção ao Nodo Norte e busca equilíbrio durante todo o dia, já se preparando para os desafios seguintes. Dia em que temos acesso a uma grande estabilidade interior que nos ajuda a enfrentar as adversidades de forma prática e objetiva e ao mesmo tempo sem perder a compostura ou a sensibilidade. Temos muita sobriedade para avaliar a factibilidade de nossos melhores propósitos e, se necessário, de fazer ajustes para torná-los mais realistas, especialmente aqueles de longo prazo. Nossas ações conscientes estão alinhadas com os sentimentos e embora intuamos que haja vendavais à frente, não os tememos, pois nosso manancial de força interior é reabastecido e reavivado. O dia está propicio para buscar o equilíbrio e a serenidade e para oferecer conciliações possíveis onde encontrarmos conflitos.

marianna77 wordpress

Desconheço o autor – Encontrado em Marianna77.wordpress  Reprodução

Já a QUARTA-FEIRA está bastante conflituosa, com energias belicosas pipocando em todo lugar. A Lua Libriana arma uma ampla Grande Cruz Cardinal ao fazer quadratura a Plutão em Capricórnio e a Marte em Câncer, além de se opor a Urano – essa guerra eclode principalmente à noite e segue pela madrugada de quinta-feira – tornando o dia intenso e propenso a muitos curtos-circuitos. Mercúrio faz trígono a Saturno, o que pode até ajudar a controlar a língua e a mente, mas talvez não o suficiente.  É dia de buscar conciliação porque é certo que haverá conflitos. Deparamo-nos com nossa sombra deflagrada na pessoa de outros e temos que reconhecer que nem nosso melhor verniz é capaz de disfarçar nossa beligerância e manipulação. Usamos uma máscara de delicadeza e elegância, mas por trás do sorriso agradável há grande tumulto interior e desejo de poder. Ao invés de nos indispormos com o mundo fazemos melhor se olhamos para estes ares turvos que fumegam dentro do coração, toldando-o de insegurança e sentimentos sombrios. É um dia favorável para cavar fundo na alma e acessar a origem da nossa raiva e frustração, tentando lidar com ela sem culpar a outros nem escamoteá-la em nome dos bons costumes ou da falsa delicadeza.

leo...

Elephantjournal.com – Reprodução

Esse clima hostil de guerrilha aberta perdura pela QUINTA-FEIRA, começando pela noite, que traz um sono conturbado e agitado, o que nos faz acordar já de mau humor e predispostos à guerra. A Lua torna exatas a quadratura a Marte e a oposição a Urano, além de ainda fazer um quincunce a Quíron em Peixes. O Sol e Mercúrio ingressando em Leão talvez aliviem um pouco da tensão, já que a comunicação tende a melhorar consideravelmente. Sol e Mercúrio em Leão trazem também um novo entusiasmo e lampejos intuitivos que podem apontar saídas mais criativas para os imbróglios em que se mete Dona Lua. À tarde as energias estão mais amenas e fluidas, a Lua conversa mais otimista com Júpiter em Leão, o que propicia maior desenvoltura na solução de muitas coisas e pode até fazer o mau humor do início do dia parecer sem sentido – mas não nos enganemos, os conflitos ainda exigem negociação, jogo de cintura e muita, muita paciência! A Lua entra em Escorpião às 23h06min, adensando emoções e sentimentos.

borzuiii

Borzui – Reprodução

SEXTA-FEIRA é dia de VÊNUS, que estaciona às 06h28min a 00°45’ de Virgem. Planos afetivos e assuntos do coração pedem mais cuidados a partir daqui. A Lua Escorpiônica conversa com essa Vênus sombria e lhe estende a mão como a lhe injetar coragem para a descida que ela começa a empreender ao Mundo Inferior. A Lua oficializa o Primeiro Quarto ao quadrar o Sol em Leão, ainda na madrugada. Dona Lua também conflitua com Mercúrio, perturbando a qualidade do sono, mas se afina com Netuno no fim do dia. Marte está em quadratura plena a Urano. Hoje estamos “fumaçando” pelos ouvidos e narinas, tal nossa impaciência, impulsividade e sofreguidão. Queremos o que queremos e queremos AGORA! E ai de quem estiver na nossa frente – passamos por cima! Porque identificamos entraves que surjam como ameaças pessoais, como se precisássemos defender a própria vida. O dia requer cautela porque há propensão a nos sentirmos bloqueados por tudo e por todos, com tendência a nos rebelarmos contra regras e normas em geral, mesmo aquelas que são perfeitamente razoáveis e necessárias à convivência social. A revolta se aplica especialmente a figuras de autoridade e poder, incluindo na família e ambiente doméstico. Ocorre que talvez não tenhamos nos dado conta no devido tempo da necessidade de mudança em certas áreas de nossa vida e agora nos sentimos extraordinariamente cerceados, ansiando por liberação e soltura. Estamos mais zangados do que o habitual e a tendência é explodir por bobagem. Entretanto, o ideal é utilizarmos tais energias para realizar mudanças criativas na forma como conduzimos nossa vida, como agimos e nos afirmamos no mundo. É necessário identificar de antemão onde as mudanças são requeridas, para que possamos trabalhá-las de forma construtiva e positiva, ao invés de “sofrermos” suas influências passivamente e chorarmos o desastre depois. Problemas e desafios novos requerem novas soluções, assim como pessoas novas e reformadas requerem novas oportunidades de expressão e crescimento – Vamos criá-las ou vamos brigar com o mundo à nossa volta esperneando feito criança mal-educada e birrenta? O Pai Mundo pode resolver nos dar umas belas palmadas no traseiro se agirmos assim...

venus retro - tribesand

Tribesand – Reprodução

Vênus fica oficialmente retrógrada às 06h28min da manhã de SÁBADO, retornando a Leão (dia 31 de julho) e voltando ao movimento direto somente em seis de setembro. A Lua em Escorpião conversa harmoniosamente com seu regente Plutão em Capricórnio. A Lua se irrita com Urano, mas depois forma um Grande Trígono Aquoso com Marte em Câncer e Quíron em Peixes. O dia está introspectivo e a sensibilidade exacerbada. Captamos no ar muitas influências pesadas e nos condoemos de muitos problemas alheios. Acontece que ver alguém em sofrimento desperta em nós nossa solidariedade, porque automaticamente nos colocamos no lugar do outro e imaginamos como nos sentiríamos na mesma situação. A influência favorece encontros profundos e conversas verdadeiras. As superficialidades não têm lugar porque não conseguimos ignorar nosso desejo por assuntos e trocas mais complexas e intensas. Nada é light hoje e embora o Sol Leonino queira brilhar de forma extravagante, é melhor brilhar através de um drama do que de uma comédia rasgada, que pode, inclusive, soar desrespeitosa e fora de lugar e nós podemos atuar como bufões sem senso do ridículo.

Antonio Siqueira - Nobres - Bom Jardim

Antonio Siqueira – Nobres – Bom Jardim-MT  Reprodução

O DOMINGO começa igualmente denso, com a Lua em Escorpião em quadratura a Júpiter em Leão. A Lua faz conjunção a Saturno em Escorpião e fica vazia depois deste aspecto, das 06h15min às 09h24min, quando ingressa em Sagitário. O dia fica mais leve, mas ainda assim, há certo antagonismo interior, porque parte de nós quer recolhimento enquanto um outro lado quer leveza e folia. Este conflito pode se refletir nas relações em que uma pessoa quer sair para o mundo e se aventurar, mas a outra gostaria de programas mais comedidos e intimistas. Não é possível ter as duas coisas? Talvez sim, é questão de estarmos abertos a negociar. É provável que o lado festeiro e alto astral ganhe essa disputa porque depois da semana pesada que tivemos, queremos mais é espairecer e correr livres pelos campos, parques e estradas. Desejamos ignorar, nem que seja momentaneamente, as dificuldades e durezas da vida, as dores e medos das relações. Podemos sim, tirar uma trégua, desde que não incorramos na euforia histriônica de quem foge do próprio desespero. Podemos pular ou abrir as porteiras que prendem nosso otimismo e buscar novos caminhos. A energia Sagitariana também nos ajuda a colocar tudo em perspectiva e ter uma visão macro e mais universal da semana que passou. Em termos práticos, o dia fica favorável a atividades dinâmicas ao ar livre, a explorar novos territórios e a esportes em geral!

Linda semana para você! Que seja de muita tolerância, paciência e serenidade!

valentine_by_megan7-d5ut4zg margaret

Megan7 – Reprodução

Read More…

Lua Nova em Câncer: integração e inter-dependência

164photobucket

Sol e Lua em casa – 164photobucket – Reprodução

O Hieros Gamos, o Casamento Sagrado cíclico do Sol e da Lua se dá hoje no signo de Câncer – 22h24min para Brasília e 02h24min da quinta-feira, 16, para Lisboa – abrindo um ciclo que culminará com a Lua Cheia de Aquário, uma Lua Azul, no dia 31 de julho. Como já mencionei antes, há vários meses temos tido ciclos “trocados”, em que a Lua Cheia do eixo ocorre antes da Lua Nova e esta Lua Cheia que seria correspondente à Lua Nova de Câncer ocorreu na Lua Cheia de Capricórnio, no dia 1° de julho. Essas lunações “trocadas”, por assim dizer, acontecerão até maio de 2016. É como se para apreender realmente o sentido da Lua Nova tenhamos que ter resolvido questões relacionadas ao elemento antagônico anterior, ou vice-versa. É interessante, por exemplo, que o ápice deste ciclo se dará na Lua Cheia de Aquário, signo do elemento Ar, uma Lua extremamente cerebral e desapegada, fazendo um belo contraponto à Lua Nova de hoje, uma Lua toda sentimento, que ocorre sem nenhum planeta em Ar. Ar e Água são opostos complementares e indicam o conflito clássico entre cabeça e coração, razão e sentimentos. Hoje somos todo-sentimentos porque há grande ênfase em Água, nada em Ar, apenas Plutão em Terra e três planetas em Fogo. Sentimento, intuição e emoção. Haja pé no chão para segurar esse tsunami!

hieros helena nelson reed

Hieros Gamos – Helena Nelson Reed – Reprodução

A Lua Nova em Câncer, uma Lua extremamente fértil, convida, por si só, fecundar novos projetos e propósitos; a renovar nossos vínculos afetivos; a cuidar melhor dos laços e relações familiares; a revigorar nossa amorosidade para com os outros e conosco mesmos; a cuidar melhor do santuário que é nosso lar, literal e metaforicamente; a honrar nossas origens, nosso passado e nossa história porque são parte de nós e sempre serão; a honrar nossos sentimentos; a cuidar melhor daquilo que nos dá proteção, sustentação e segurança emocional; a lançar novas sementes e trabalhar pela estabilidade e maturidade emocionais; a prover adequada maternagem a nós mesmos e àqueles que nos são caros; a recuperar na memória o cuidado da nutrição física e, principalmente, da alma. E aqui fica a pergunta: O que nos alimenta realmente? O que alimenta e nutre nosso corpo físico para que ele fique forte e saudável? O que alimenta nossa alma e nossas raízes? Temos cuidado disso com a necessária dedicação e zelo? Às vezes não nos damos conta, mas aquilo que consumimos em termos de cultura tem grande impacto na qualidade das nossas emoções e sentimentos. “As imagens de que nos alimentamos governam nossa vida”, diz Marion Woodman – então, que tipo de imagens, filmes, música, notícias, artes, etc., temos consumido e têm nos governado sem que percebamos? Isso tem melhorado ou piorado nosso senso de segurança e estabilidade interior?

Lua Nova em Cancer 2015

Lua Nova em Câncer – Brasília, 15 de julho, 22h24min

A Lua Nova ocorre a 23°14’ de Câncer, numa conjunção super ampla e separativa a Mercúrio e Marte, os quatro formando um poderoso stelium no signo do Caranguejo: como já disse, sentimentos profundos e densos, muita emotividade e pouquíssima objetividade, já que não há Ar ativado nesta lunação, especialmente porque Mercúrio, regente da mente racional, está também em Câncer. Para exacerbar essa sentimentalidade, ainda temos Netuno e Quíron em Peixes e no mapa para Brasília temos Peixes no Ascendente e o stelium Canceriano na casa 4 – tempos dramáticos e muito emotivos também para nossa pátria-mãe! Mais: a Lua Nova forma um amplo Grande Trígono em Água, pois Lua e Sol fazem trígonos a Saturno em Escorpião e a Quíron em Peixes, simbolizando a necessidade de trabalharmos a maturidade e estabilidade emocionais, com possibilidade de curar muitas feridas através da compaixão, por nossa própria condição e dos outros. Compaixão e entendimento são super necessários aqui porque a quadratura Vênus-Saturno está ainda quase exata, a menos de um grau de distancia, o que requer muita compreensão nas parcerias, porque estamos todos muito suscetíveis devido às feridas reabertas, coração em carne viva.

thomas oscar miles

Thomas Oscar Miles – Cortando o Cordão umbilical Reprodução

Outro aspecto que faz essa lunação muito potente e dramática é o fato de Mercúrio e Marte estarem em oposição exata a Plutão em Capricórnio, indicando que há forte tendência a conflitos e uma necessidade intensa de acharmos um meio termo entre dependência e independência – um corte cirúrgico no cordão umbilical que impede nosso pleno desenvolvimento como indivíduo, ou então nos manteremos eternas crianças agarradas à saia da mamãe. É um momento poderoso de transformar esses vínculos e maturá-los, de transformar a forma como comunicamos nossos sentimentos e a maneira como carregamos nossa ação de paixão e motivação, agindo com envolvimento verdadeiro, com amor e afeição. Essa mensagem da imprescindibilidade da individuação torna-se mais enfática porque Lua e sol ainda formam uma Cruz T bastante ampla com Urano-Plutão, Urano de foco em Áries, o signo do indivíduo e da ação pessoal. Então é aquilo que já sabemos, desde tempos imemoriais: família é imprescindível, é nossa base maior, mas não pode nos impedir de nos tornar quem somos, aliás, a função da família é criar o ambiente adequado para que o indivíduo floresça e manifeste todos os seus melhores potenciais – se ela não faz isso, seja por estímulo ou oposição, há algo de errado em suas dinâmicas.

lilith

Desconheço o autor – Via Pinterest – Reprodução

O trígono a Saturno neste mapa é muito importante porque é o aspecto seguinte que Sol e Lua farão. Este trígono simboliza o potencial de estabilidade e segurança nos novos intentos e propósitos, mas também a busca por maturidade e autonomia. Entretanto, no ponto médio deste trígono Sol-Lua e Saturno, está Lilith, a Lua Negra, em Virgem e conjunta ao Descendente. Isso significa, a meu ver, que para alcançarmos essa estabilidade e maturidade, precisamos, necessariamente, lidar com o feminino sombrio, com nosso lado mais arcaico e devorador, com nosso lado mais infantil e dependente, com nosso lado mais selvagem e vários conteúdos ainda não conscientes, mas também cheios de poder instintual. Em Virgem, há dificuldade de lidar com as questões essenciais no dia a dia, com as quais tendemos a nos deparar refletidas pelo espelho que é o outro, já que está conjunta ao DC. Há dificuldade ainda de se lançar ao trabalho e se engajar de fato com estes temas. Mas não tem saída: para alcançar a tão desejada estabilidade e segurança, precisamos lidar, em última instância, com nossa mais profunda irracionalidade e nosso medo do caos e só damos conta de lidar com isso parando de fugir, olhando de frente, neste caso, de forma detalhada e analítica.

vomitoconejitos tumblr

Do site Vomitoconejitos.tumblr – Reprodução

Essa questão de lidar com a irracionalidade é ainda mais crucial quando vemos que Lua e sol fazem também quadratura exata a Eris, a Deusa da Discórdia, a 23°24’ de Áries. Eris, planeta-anão, representa o princípio do caos, da rebelião, dos questionamentos, da independência, se considerarmos sua mitologia. Foi Eris quem provocou a Guerra de Tróia ao jogar a mação de ouro no meio do banquete dos deuses – para o qual não havia sido convidada, por razões óbvias – com os dizeres “para a mais bela das deusas”. Páris foi encarregado de escolher qual das deusas era a mais bela, já que os deuses não queriam incorrer na ira das três deusas disputantes, Afrodite, Hera e Atena. Para convencer Páris a lhe dar a tal maçã, Afrodite lhe prometeu Helena, mulher de Menelau, dando início a um dos triângulos amorosos mais famosos da mitologia e ao conflito que destruiu Tróia. Somando-se ao fato de ela estar em Áries e conjunta a Urano, seus significados se elevam à máxima potencia e indicam novamente a necessidade de levarmos em conta esse impulso da individuação e da obrigatoriedade de lidarmos com a irracionalidade, a discórdia, a desintegração e o caos dentro de nós.

Triangulo-Amoroso

Reprodução

Por falar em triângulos amorosos, o Símbolo Sabiano do grau da Lua Nova traz uma imagem bastante peculiar: “Uma mulher e dois homens náufragos numa ilha dos Mares do Sul”. Interessante observar que este símbolo faz parte do Primeiro Hemiciclo, que fala do processo de Individualização e, principalmente, no que Dane Rudhyar chama de Ato II, Estabilização. Ele nos diz que este símbolo traz presente a necessidade de integração de três aspectos da personalidade representados pela mulher e os dois homens: a vida emocional (a mulher) “encara a possibilidade, se não a inevitabilidade, de se relacionar com ambas, a vida espiritual  e a mental, (representadas pelos dois homens)”. Isso ocorre numa ilha “nos mares do Sul”, e o Sul, diz Rudhyar, “simbolicamente sempre se refere aos impulsos fortes e apaixonados da natureza humana”. Rudhyar continua: “de alguma maneira, as três formas de consciência têm que desenvolver um modus vivendi (formas específicas de viver) harmonioso e bem integrado. Os três seres humanos precisam se integrar e precisa ser um tipo concreto de integração, num campo relativamente pequeno, já que é uma ilha. A chave para este problema de relacionamento, enfatiza Rudhyar, deve ser a percepção da INTER-DEPENDENCIA. É como sempre digo quando encontro clientes com este tipo de dilema: não se trata de escolher entre isto OU aquilo, trata-se antes, de somar isto E aquilo E aquilo mais. Numa palavra: integração. Integrar nossas diversas facetas psíquicas, integrar mente, corpo, espírito, coração, masculino e feminino.

plutão

Plutão – New Horizons – reprodução

Para finalizar, acho profundamente tocante, revelador e relevante que essa Lua Nova Canceriana aconteça um dia depois de termos novas imagens de Plutão divulgadas pela sonda New Horizons, num momento em que Plutão recebe não só a New Horizons, mas também a oposição de Mercúrio e Marte em Câncer, que são também os significadores das descobertas desta pequena nave. Plutão é o mais misterioso dos planetas do nosso sistema. Na mitologia, Hades era o mais inescrutável dos deuses, ficando escondido em seus domínios de onde ninguém jamais saía, exceto Hermes-Mercúrio, que era o guia das almas e que tinha livre passe em todos os reinos. Hades saiu de seus domínios apenas duas vezes: uma para raptar Perséfone e a outra para curar uma ferida provocada por Hércules e mesmo assim, quando saía, usava um capacete que o tornava invisível. Era completamente inacessível e os gregos temiam pronunciar seu nome por receio de incorrer em sua ira. Como se vê, era mesmo um deus misterioso e ciumento de seus segredos e até de sua face e imagem.

Pluto-GlobalView

Plutão – New Horizons – Reprodução

Como então concatenamos que a New Horizons sobreviveu a uma viagem tão longa, literal e figurativamente, uma viagem de mais de nove anos e milhões de quilômetros, universo afora? Como Plutão se deixa fotografar, se revela e se expõe assim, em toda a sua beleza e esplendor sombrios? É certo que houve grande preparação, não foi algo que se deu da noite para o dia. E conforme a mídia informava da aproximação da New Horizons, fomos também nos preparando, mesmo que inconscientemente, gradativamente. Entretanto, o fato de termos acesso a novas imagens e informações acerca deste planeta tão oculto e inescrutável, tão distante de nossa realidade terrena, vem provavelmente significar que a humanidade talvez esteja pronta para ganhar acesso a seus significados ocultos, a trazer à tona mais material do inconsciente individual e coletivo. Que talvez estejamos prontos para lidar com um pouco mais da nossa sombra, pessoal e coletiva e com a necessidade de integrá-la e transformá-la; que é possível que estejamos aptos a encarar nossa sede de poder e os limites a que somos capazes de chegar na luta pela sobrevivência da espécie. Estamos realmente prontos para lidar com tais conteúdos? É melhor que estejamos, pois Hades-Plutão não deixava impune aqueles que incorriam na sua cólera… Se queremos perscrutar e espionar os segredos da natureza e do universo, é preciso estarmos prontos, termos estofo moral e emocional para lidarmos com tais revelações e suas conseqüências. Estamos?

Feliz Lua Cheia para você! Que seja nutritiva, amorosa e profundamente transformadora e integrativa!

Obs: Pessoas com planetas entre os graus 20 e 25 dos signos Cardinais (Áries, Câncer, Libra e Capricórnio) sentem esta lunação de forma mais potente.

hieros - ressuction - claudette dean

Ressurreição Claudette Dean

A Semana Astrológica – Abra sua mente e seu coração!

etsy...

Do Etsy – Reprodução

Semana de 13 a 19 de julho

Renovação das nossas bases e origens e transformação daquilo que nos sustenta emocional e afetivamente dão o tom desta semana super dinâmica, que começa ainda com a Lua Balsâmica, mas que se torna Nova na quarta-feira, dia 15. A Lua sendo Nova em Câncer nos chama a renovar intenções relativas à nossa família, à nossa e nutrição segurança emocionais, aos vínculos mais profundos, assim como a renovar e revitalizar nossa vida íntima e doméstica, transformando-a e regenerando-a. Com grande ênfase em Câncer o recado é claro: honrar os sentimentos numa mistura equilibrada de sensibilidade e maturidade.

O Sol formalizou a quadratura Urano nas ultimas horas da noite de domingo e ainda conseguimos sentir fortemente a tensão deste aspecto durante esta semana. O Sol ainda realiza trígono a Quíron, sinalizando um tempo de acessar e autorizar nossa compaixão a vir à tona e ser expressa de forma consciente, a olharmos para o mundo com olhos de retribuição, também buscando amenizar a dor alheia com nosso cuidado e sensibilidade.

Mercúrio está super ocupado por estes dias, simbolizando uma semana super ativa mentalmente. Mercúrio em Câncer conversa harmonioso com Netuno em Peixes, une forças com Marte no combate feroz contra Plutão, depois tem embate acalorado com Urano em Áries e ainda se afina com Quíron em Peixes no domingo…Haja fôlego para gerenciar todo esse frenesi mental! Por outro lado, isso também sinaliza grande dinamismo e possibilidade de conflitos nas estradas, no trânsito e nas relações que envolvem a Educação. Interessante que a New Horizons chega a Plutão e envia imagens inéditas deste planeta extamente nesta semana, em que Plutão está super estimulado por Marte e Mercúrio. Nada é por acaso!

zhang-Hongnian

Zhang-Hongnian – Reprodução

Vênus sai da companhia jovial e despreocupada de Júpiter para se deparar com a frieza e reserva de Saturno em Escorpião. Dias muito melindrosos para a auto-estima, que pode ficar meio combalida, mas também se fortalecer diante destes novos testes. É preciso conduzir negociações de todo tipo, especialmente as discussões nas relações afetivas, com cuidado e respeito, porque há grande suscetibilidade a nos sentirmos rejeitados e feridos ou a fazermos o outro se sentir assim, mesmo sem querer. E mesmo o “sem querer” às vezes esconde desejos inconfessáveis de ventilar o assunto tabu que veio à tona de maneira meio torta e descuidada. Melhor ser honesto para evitar constrangimentos ainda maiores. Fiquemos atentos. Vênus ainda aparece esplendorosa no céu na companhia de Júpiter por algumas semanas.

shakeaspe

De uma peça de Shakespeare – Reprodução

Marte é o responsável por grande parte da ação desta semana ao se opor a Plutão em Capricórnio e se aproximar da quadratura a Urano em Áries – este aspecto fica exato no dia 25. Marte-Plutão demandam que transformemos nosso modus operandi, usando de maior honestidade e métodos limpos na busca de nossos desejos e objetivos, ao invés de usar subterfúgios e manobras indiretas, como às vezes é o caso de Marte em Câncer. Este aspecto exige também que reconheçamos nossas frustrações e lidemos de forma direta com nossa agressividade ou então podemos ter que lidar com a raiva indiscriminada de outros lá fora, correndo o risco de nos envolver em conflitos gratuitos e até em violência. O aspecto ainda aponta para grande energia e estamina físicas, tornando-nos mais vigorosos e corajosos para enfrentar grandes tarefas e muitos desafios.

A Lua abre a semana em Gêmeos na fase BALSÂMICA, muito introspectiva. Torna-se NOVA em Câncer e segue depois renovada por Leão, fechando a semana em Virgem. Faz contatos diversos com todos os demais planetas, além do Sol.

Grumpy

Ranzinza – Reprodução

A SEGUNDA-FEIRA traz a Lua Balsâmica em Gêmeos se afinando com Urano em Áries e Júpiter em Leão. Também faz quadratura a Quíron, que recebe um trígono do Sol, que por sua vez acabou de tornar exata a quadratura a Urano. Mercúrio faz trígono perfeito a Netuno hoje. No fim do dia a Lua ainda faz quincunce a Saturno em Escorpião. Dia de impulsos contraditórios. Queremos perceber tudo de uma perspectiva racional e otimista, mas estranhamente, quanto mais tentamos mais nos vemos emaranhados numa gama de sentimentos e pensamentos confusos. Somada à preguiça de segunda, há um vozerio mental que talvez impeça uma maior lucidez e clareza e urge calar tal vozerio, que pode ser nada mais nada menos do uma tentativa de super racionalizar as sensações e sentimentos confusos e dolorosos que nos acometem. Tarefas rotineiras e obrigações da vida mundana nos irritam porque gostaríamos de poder ficar num canto, amuados com nossa esquisitice e mau humor, sem precisar nem mesmo dar “bom-dia” a ninguém. Entretanto, podemos iluminar esse mau humor e essa azia mental-emocional com honestidade e senso de perspectiva e perceber sua real origem, assim como uma maneira de não deixar que elas nos quebrantem o espírito, indo para o oposto da autopiedade, a compaixão por si mesmo. A Lua Balsâmica em contato com Júpiter e Urano de hoje não implica em ir para o mundo cavar oportunidades fortuitas lá fora. Antes, oferece a chance de alterarmos nossa mentalidade aqui dentro, na forma como gerenciamos esse tsunami mental e emocional, de modo a usarmos isso a nosso favor e não contra. A repetição lamuriosa dos problemas, além de não resolver nada, ainda nos torna chatos e drenadores de energia. Assim, é necessário auto-contenção, silêncio, comedimento, quietude. E sim, se hoje nos sentimos meio chatos e azedos, qual o problema? Todo mundo tem “seus dias” e ninguém é obrigado a demonstrar felicidade o tempo todo – isso seria insano! Se somos capazes de ser compreensivos com outros, como não podemos sê-lo conosco mesmos? Então, podemos até nos permitir certo azedume – há tempo e lugar para tudo debaixo do céu – desde que tenhamos em perspectiva que isso não durará para sempre e desde que não permitamos que isso respingue nos outros lá de fora – ninguém também tem obrigação de agüentar o mau humor alheio. Há maneiras educadas e sutis de sinalizar para o mundo nosso desejo de quietude e sossego, mesmo no meio das mil e uma obrigações de uma segunda-feira.

sonhos desfeitos

Reprodução

A quadratura VÊNUS-SATURNO fica exata nas primeiras horas da TERÇA-FEIRA, intensificada pelo quincunce que a Lua faz ao mesmo Saturno e sextil a Vênus, antes de entrar em seus domínios Cancerianos. Em Câncer a Lua se torna mais introspectiva nos últimos graus da fase Balsâmica, pois fica algumas horas sem conversar com ninguém, apenas com Netuno já no fim do dia. Dia em que estamos suscetíveis e inseguros. Muitas de nossas feridas antigas causadas por rejeição e abandono estão abertas, lembrando-nos que essas dores que julgávamos resolvidas não estão sanadas. Insegurança e inadequação nos deixam melindrosos e relacionar-se por estes dias é um grande desafio porque partindo do pressuposto de que não somos “amáveis”, tornamo-nos defensivos, nem permitindo que outros se aproximem de nós, o que leva ao isolamento, tristeza, depressão. É preciso lembrar que somos humanos e todos temos limites, sem deixar que isso tolde nosso brilho e a confiança nos nossos talentos. Temos aqui mais uma oportunidade de olhar para essa inseguranças e inadequações sem nos identificarmos com elas, sem deixar que nos rotulem ou diminuam nosso valor. Se não corrermos o risco de nos abrir, estaremos fadados à solidão… Relaciono Vênus-Saturno com aquela fábula do porco-espinho, que você pode ver aqui. As relações neste contexto ficam sujeitas a crises e uma boa sugestão é tirar tempo para si mesmo, ficar a sós para reavaliar nossos afetos e relações – hoje é um dia em que mesmo rodeado de muita gente a tendência é sentir-se só. Nesta terça também são divulgadas imagens inéditas de Plutão, enviadas pela New Horizons: as revelações associadas a Mercúrio-Plutão neste caso são íntimas do planeta em questão!

164photobucket

De 164phtobucket – via Pinterest – Reprodução

Mercúrio e Marte estão em oposição exata a Plutão na QUARTA-FEIRA. Ganham o reforço da dona do pedaço, Dona Lua, e o embate fica mesmo escaldante. Mais tarde ela ainda quadra Urano e faz trígono a Quíron, tornando-se Nova às 22h24min no horário de Brasília e às 02h24min já do dia 16 para Lisboa.  Dia que requer muita cautela e observação. Os ânimos estão super alterados e propícios a conflitos abertos. Cuidado se faz necessário especialmente no trânsito e em viagens, pois estamos impacientes e propensos a enxergar a quem está à nossa frente como mero empecilho ou como um oponente pessoal – receita para desastres! Tendência a muitas revelações bombásticas em grande escala no meio político e na economia, assim como a conspirações diversas. Na esfera menor das nossas relações muita informação e fatos desconhecidos podem vir à tona causando algumas reviravoltas e mudança nas decisões – membros da família, que antes brigavam entre si, podem se unir contra um inimigo comum que é sentido como ameaçando sua segurança. De forma mais íntima, insights surgem e nos ajudam a entender com mais profundidade algumas de nossas dinâmicas relacionais, favorecendo abertura mental e transformação na forma como interagimos com as pessoas. Mas para tirar proveito de tais insights, é preciso ser cauteloso antes de abrir a boca, observando a cena e o que as revelações têm a nos ensinar. A Lua Nova convida a renovar as relações com nossas origens e aquilo que nos dá segurança e base: nossa família. Convida ainda a uma maturação nos sentimentos e na forma como buscamos nutrição emocional. Mais sobre a Lua Nova depois.

download

Reprodução de google Imagens

Na QUINTA-FEIRA Mercúrio faz conjunção a Marte e os dois estão em oposição a Plutão e quadrando Urano. A Lua renovada se alinha por trígono a Saturno em Escorpião, formando um amplo Grande Trígono Aquoso, se considerarmos ainda o trígono separativo a Quíron em Peixes, Grande Trígono esticado por envolver o Sol. A Lua entra em Leão às 11h15min e além do trígono a Saturno do qual se separa, não faz mais aspectos por algumas horas. A mente está ágil e cortante, borbulhante de energia e tensão e este é mais um dia que tende a ser conflituoso, especialmente entre pessoas próximas, família, irmãos, parentes, vizinhos, porque há imensa competitividade no ar. Além dessa competição toda, há muito impulso e desejo de ação e resolução, mas carecemos ter algum cuidado pois à vezes impulsos nos colocam em situações sem retorno. Também queremos esmiuçar as coisas até chegar à raiz dos problemas, com tal fervor e determinação que podemos levantar poderosas oposições no processo. Nossa ênfase e entusiasmo são tamanhos que damos a impressão de já estarmos brigando; a impaciência e precipitação também não ajudam e somados à grande identificação que temos com as opiniões que emitimos, podemos realmente evocar nos outros o impulso de se defenderem de algo que talvez não tenham bem certeza do que é – antes de comprar uma briga à toa é bom lembrar que nem tudo vale despendermos energia retrucando, que dirá então, nos envolvendo em discussões tolas. Situações bobas no trânsito podem rapidamente virar caso de polícia, portanto é bom ter cautela antes de simplesmente enfiar a mão na buzina ou xingar a quinta geração do fulano que nos deu aquela “fechada”. Uma maneira mais criativa de utilizar esse trânsito é nos concentrarmos em assuntos e situações que exijam grande dose de energia mental, porque estamos afiados e somos capazes de realizar muita coisa se realmente canalizarmos isso adequadamente.

coração fechado

Alen Kopera – Reprodução

A alegria esfuziante Leonina fica um pouco incerta na expressão na SEXTA-FEIRA, porque a Lua faz quincunces a Netuno e a Plutão, virando foco de um amplo Yod-Dedo de Deus. No fim da noite a Lua está em trígono a Urano. Mercúrio e Marte seguem em rota de colisão com Urano e Vênus, super desacelerada, demora-se terrivelmente alongando os efeitos da quadratura a Saturno. Outro dia de influências duvidosas. Lua e Sol estão em recepção mútua – um ocupa a casa do outro e vice-versa – mas os dois atravessam uma fase desconfortável: Sol em quadratura a Urano e Lua meio isolada e quando faz aspectos ainda são sofríveis. Temos dificuldade de identificar o que realmente estamos sentindo e duvidamos de nós mesmos e da legitimidade de tais sentimentos. A criança em nós, que poderia divertir-se e brincar espontaneamente, sente que precisa ficar vigilante, pois nem todos são confiáveis – especialmente, nós não estamos confiáveis em nossas reações, uma hora ficando indiferentes e em outra explodindo por bobagens. Flexibilidade ajuda, já que há propensão grande a imprevistos e a tensão tende a aumentar consideravelmente quando nos mantemos rígidos. Analisar situações em profundidade antes de reagir cegamente é mais que recomendável. Outra coisa que pode ajudar é descobrir algo que nos dê prazer e nos faça relaxar genuinamente, como uma brincadeira que nos faz baixar a guarda e voltar a ser nós mesmos.

businessheroinemagazine

Businessheroinemagazine – Reprodução

No SÁBADO a Lua efetiva o trígono a Urano em Áries e ainda faz quincunce a Quíron, conjunção a Júpiter e no fim do dia quadratura a Saturno. Mercúrio está em quadratura plena a Urano e Vênus ingressa em Virgem às 19h38min, seguida pela Lua às 21h46min, a Lua ficando unida a Vênus. O dia fica um pouco mais animado e dinâmico, aliás, com a quadratura Mercúrio-Urano há muita eletricidade no ar, o que aponta para grandes imprevistos e imensa inquietude. Urge colocar os pés na terra literalmente para “descarregar” toda essa eletricidade mental, para que ela não nos cause problemas. Temos chance de derrubar muros mentais que ainda não tínhamos ousado escalar… Também há forte potencial de novos insights e abertura para novos paradigmas. Entretanto, o reverso é provável também, pois indivíduos tendem a se tornar muito inflexíveis em suas idéias e opiniões e ter distanciamento intelectual daquilo que ouvimos, lemos e percebemos pode ser de grande valia na hora de tomar decisões – lembra aquela frase? “A mente é como um pára-quedas, só funciona quando aberta” – se nos abrimos para o novo vôo nosso pulo pode ser uma grande e inesquecível aventura, do contrário… Já sabemos! Situações inesperadas envolvendo transportes, comunicação e tecnologia em geral podem causar transtornos e danos materiais, além de muita irritação e perda de tempo. É essencial ser maleável e ter um plano B à mão caso as coisas não saiam como o planejado. E fluir com o vendaval, lembrando-se que a tempestade às vezes pode também pode trazer coisas inesperadas e… Boas! Vênus em Virgem fica mais introspectiva e coloca seus trajes vestais, já se preparando para sua descida cíclica ao Mundo Inferior que se dará na retrogradação. Com Vênus em Virgem temos mais distanciamento e senso crítico para analisar com cuidado os eventos dolorosos que porventura tenham ocorrido durante a quadratura com Saturno.

Kyle-Thompson3

Kyle Thompson – Reprodução

A Lua segue por Virgem no DOMINGO, opondo-se a Netuno em Peixe, sesqui-quadrando Urano e fechando a noite e a semana em trígono a Plutão. Mercúrio está em trígono a Quíron e Marte está a pouco mais de três graus da plenitude da quadratura a Urano. É domingo, mas tentamos por ordem na vida e em tudo o que ficou revirado na correria da semana. Tentamos, porem fica difícil conseguir algo efetivo porque há muita dispersão e neste afã organizador, tiramos tudo das gavetas para perceber, só tarde demais, que não vamos dar conta de tanta coisa fora do lugar de uma vez só. Pior do que as gavetas do quarto ou da cozinha são as gavetas emocionais que, depois de abertas, nos fazem vislumbrar conteúdos delicados e nostálgicos com os quais talvez tenhamos dificuldade de lidar, porque suscitam lembranças confusas e ilusórias e porque nos fazem sentir indevidamente expostos. Sensíveis e suscetíveis, nosso humor oscila com o vento ou com o clima e podemos nos sentir injustamente criticados, nos melindrar e fechar-nos em copas, insistindo que está tudo bem quando é óbvio que não está – estamos magoados. Vale questionar se há motivo para tanto ou se apenas nos ressentimos da falta de controle, algo que realmente tira Virgem do sério. Por outro lado, a sensibilidade e a criatividade fazem do domingo um dia favorável a abrir a máquina de costura, a caixa de tintas, o caderno de escritos, o instrumento musical… A nostalgia nos toca de forma dolorosa, mas também pode nos inspirar e elevar, e é melhor torná-la em algo positivo que nos aproxime dos outros, ao invés de nos afastar. Rituais, religiosidade e voluntariado também estão favorecidos.

Linda semana para você! Que seja de luz e amor!

OBS: pessoas com planetas entre os graus 12 e 22 de Cancer, Áries, Libra e Capricórnio são mais suscetíveis a sentirem a tensão desta semana, pois seus planetas natais estarão ativados pela oposição Marte-Mercúrio-Plutão.

por do sol

Reprodução

A Semana Astrológica: olhamos o Diabo no olho e ele nos olha de volta!

zodiac artes halawa hwights hawaii

Zodica Arts Halawa Hwights – Reprodução

Semana de 6 a 12 de julho

Ao contrário das semanas anteriores em que tivemos alguma trégua e maior leveza propiciadas por Grandes Trígonos de Fogo, Vênus e Júpiter, esta é uma semana que tende a ser bastante tensa, do começo ao fim. Sol e Marte trafegam por Câncer, signo Cardinal, acionando pela enésima vez a famigerada quadratura Urano-Plutão. Mercúrio seguirá logo atrás, sinalizando que as próximas semanas exigirão muito jogo de cintura, paciência e cabeça fria da nossa parte. A Semana traz o tom da fase minguante, que ocorre na quarta-feira, indicando que é hora do balanço e das avaliações do ciclo. A energia e o foco da nossa atenção voltam-se para análises, ponderações, conjecturas e julgamentos, tudo que possa nos ajudar nesse balanço e nos preparar para o próximo ciclo.

Imutável DEstino - Capucine

Imutável Destino – Capucine Picicaroli, artista matogressense Reprodução

O Sol abre a semana de maneira estrepitosa, contrária à sua usual discrição quando em Câncer. Isso porque já na segunda ele se opõe a Plutão em Capricórnio e se aproxima da quadratura a Urano (exata no domingo, dia 12) sinalizando crises, muitos podres vindo à tona e toldando a água que antes aparentava limpidez e pureza… Mais uma pequena parte de nossa sombra se revela e novamente somos confrontados com a necessidade de mudança, tanto na esfera emocional-afetivo-familiar, quanto na área do trabalho… Para quem já entendeu as transformações que precisam ser empreendidas nessas esferas diversas da vida, a tensão e as crises serão mais fáceis de lidar e administrar, mas quem ainda está “vendido” e alienado de si mesmo e do quanto precisa “acordar” para a vida e para seu mundo interior, a cobrança vem maior e mais exigente. Com essa Cruz Áries-Câncer-Capricórnio sendo tão estimulada, necessariamente o individuo se vê espremido e encurralado pelas instituições família e sociedade, pelas regras e costumes que talvez não façam mais sentido. Esse individuo precisa “revolucionar” tais costumes, promover uma mudança pessoal que repercuta no seio da sua família e em escala maior, na sociedade em que vive. Se não for pelo amor, será pela dor. Então nos perguntemos: que aspectos sombrios de nós mesmos precisam ser trazidos à luz para serem transformados e redimidos? Que facetas precisam ser acordadas e colocadas em ação para o melhoramento da nossa individualidade e da vida em geral? Se não percebemos essas coisas em nós, nós as invocaremos no mundo lá fora e as chamaremos de “acidentes”, “destino”, “fatalidades”, “os outros”, como dizia Jung… Mas se temos coragem de olhar o Diabo no olho, ele nos olhará de volta e talvez descubramos que ele não não é tão feio como parece, talvez seja até nosso velho conhecido… O desafio maior proposto por Plutão nas próximas semanas é olharmos nosso pior, nosso lado mais sombrio, e ainda assim, conseguirmos dizer: “Sou o que sou e o que sou é bom” (Monja Coen) O desafio se dará por várias semanas, como já disse acima, nesta semana é o Sol, depois será Marte, em seguida, Mercúrio…

protect-your-heart

Reprodução

Vênus, por seu turno, nos chama a novas avaliações de relacionamentos, auto-estima, valores, senso estético, gerenciamento dos nossos recursos, e por aí afora. Ao fazer quadratura a Saturno nos próximos dias temos uma oportunidade de já começar a refletir sobre todos estes temas, que estarão ainda mais sensíveis quando Vênus estiver em retrogradação, de 25 de julho a 06 de setembro. Sempre que Vênus faz aspecto tenso com Saturno e outros planetas pesados, somos chamados a estas reavaliações e isso se dá com certa freqüência pelo menos a cada dois meses (atualmente, quando trafega signos fixos Vênus aspecta Saturno e quando transita signos cardinais, se envolve com Urano-Plutão). São períodos em que checamos de novo o nível de satisfação da relação, pequenas crises podem aparecer, não necessariamente levando a rompimentos, mas visando a um aprofundamento e maturação do relacionamento em questão. O amor por si mesmo e o senso de valor próprio também podem ser desafiados e sair vitoriosos. Nas próximas semanas a questão se refere ao nosso senso de sermos especiais e únicos e se conseguimos reconhecer e valorizar isso, a despeito de nossos limites e facetas menos nobres. A quadratura de Vênus a Saturno culmina no dia 16 de julho e se repetirá no dia 5 de agosto com ela já retrógrada e novamente em 10 de outubro com Vênus em Virgem e Saturno em Sagitário.

e485cbd68f4b1abbc48340c0f2168f98

Observando.net – Reprodução

Uma grande novidade esta semana é a ingressão de Mercúrio em Câncer, na quarta-feira, dia 08. Se em Gêmeos Mercúrio está confortável por estar em seus domínios, em Câncer pensamento e sentimento tendem a se misturar e as análises são menos frias, têm maior envolvimento emocional e são mais demoradas. Em Câncer, Mercúrio é muito imaginativo e sensível, sujeito a percepções mais sutis que toda a sagacidade do Mercúrio Geminiano talvez deixe escapar, devido à sua pressa de consumir o máximo de informação no mínimo de tempo possível. No signo do Caranguejo a coisa muda de figura e fica sujeita ao fluxo e refluxo das marés… É preciso esperar a “onda” certa para que a mente se encante com as idéias e corra atrás de desenvolvê-las. Há uma relação muito afetiva com o conhecimento e a comunicação também se dá de forma mais emotiva.Mercúrio em Câncer é o que se chama de inteligência emocional. Mercúrio está bem acelerado atualmente e fica em Câncer de 08 a 22 de julho.  Neste período se envolverá com Urano-Plutão por aspectos tensos e com Netuno e Saturno por aspectos mais fluidos.

Isaac.tumblr

Isaac.Tumblr – Reprodução

Marte em Câncer se aproxima da oposição a Plutão e fecha a semana muito próximo do aspecto exato, sinalizando que precisamos ter muito cuidado com a gestão da nossa raiva e instinto agressivo, pois a tendência é engolirmos muito desaforos e depois explodirmos por coisas banais, uma explosão que pode ser desastrosa e perigosa, para nós e para outros.

A Lua viaja por Peixes na fase DISSEMINADORA. Torna-se MINGUANTE já em Áries na quarta-feira, descansa em Touro e fecha a semana já BALSÂMICA em Gêmeos. Nessa trajetória conversa com todos os demais corpos celestes, seja de forma tranquila e harmoniosa ou tensa e revoltosa.

Phobetor and the Oneiroi - listverse com

Phobetor e os Oneroi – Reprodução

A SEGUNDA-FEIRA abre a semana de forma bem melindrosa, pois além de a Lua estar em Peixes, toda aquática e sensível, ainda faz conjunção a Netuno e trígono a Marte e ao Sol, que hoje tem exata a sua oposição a Plutão em Capricórnio. A Lua ainda conversa harmoniosa com o mesmo Plutão e se funde a Quíron, enquanto Mercúrio entra em orbe de quincunce a Plutão… Exageros emocionais, grandes e pequenos dramas, comoção, acessos e ataques de fúria ou de choro estão mais que favorecidos. Sabe aqueles problemas que vínhamos tentando evitar, tentando contornar e sair pela tangente? É muito provável que estourem bem na nossa cara hoje, e com cheiro bem desagradável de esgoto e coisa podre! Não adianta correr ou tentar se esconder, porque onde estivermos seremos encontramos, afinal, não dá para fugir da própria sombra, dá? Melhor mesmo é olhá-la no olho e descobrir o que tem a nos mostrar e revelar sobre nós mesmos e nossas dinâmicas infantis de manipulação, possessividade e dependência. Quanto mais postergamos o confronto, mais medo criaremos e o bicho-papão se tornará um monstro ainda mais escabroso… Qual é o nosso pior medo? De perder o que amamos? De ter expostas nossas manobras infantis? De mudar? E o medo por acaso irá nos salvar e proteger disso tudo? Claro que não, só tornará tudo pior, portanto, é melhor nos abrir às mudanças porque o bicho-papão fará plantão na porta do nosso quarto – ou pior, embaixo da nossa cama – até que tenhamos coragem de lidar com ele. Ah! Lembrete importante: com Plutão, quando ficamos com muito medo de algo, especialmente de perdas, estamos, na verdade, dando-lhe dicas preciosas de por onde começar a transformação, por aquilo que mais tememos perder, para nos darmos conta de que aquilo provavelmente não é essencial para nossa sobrevivência.

cabeça - sem cabeça

Reprodução – Desconheço o Autor

A Lua, ainda em Peixes, faz quincunces a Júpiter e Vênus em Leão na TERÇA-FEIRA. Ela ainda entra em conflito com Mercúrio no fim de Gêmeos e esfria cabeça ao pedir conselhos a Saturno em Escorpião. Ingressa em Áries às 12h37min e faz conjunção ao seu Nodo Sul. Os melindres continuam, com a adição de uma sensação de alheamento e escapismo. Tecemos fantasias de grandeza para fugir dos problemas imediatos, sem nos dar conta de que fingir que eles não existem não os farão desaparecer. Pelo meio da manhã temos uma sensação de caos instalado porque tudo parece se misturar dentro de nós, a visão e os pensamentos ficam turvos, e até o raciocínio fica muito atrapalhado. Nesse cenário, insistir nas tarefas que demandam concentração pode ser um contra-senso porque mais tarde talvez tenhamos que refazê-las… Talvez seja mais adequado sair e espairecer um pouco, ver uma paisagem bonita, botar os pés na terra, tomar um café, fazer algo que nos ajude a encontrar nosso eixo antes de continuarmos nossa rotina. Depois do meio-dia a energia muda completamente e a tarde fica dinâmica e ágil, conseguimos recuperar o tempo perdido nas poças de lamentações da manhã turbulenta. O negócio é arregaçar as mangas e aproveitar a onda, tomando cuidado com acessos de individualismo e egoísmo despropositados.

Munch - the scream

Edward Munch – The Scream – Reprodução

A QUARTA-FEIRA é marcada pelo Quarto Minguante, que ocorre às 17h24min no horário de Brasília e às 21h24min no horário de Lisboa. A Lua também arruma encrenca com o guerreiro Marte, que, aliás, é seu inquilino atualmente, juntamente com o Sol. Também faz quadratura a Plutão e conjunção a Urano, formando uma Cruz T super explosiva e belicosa. Para piorar, temos Vênus caminhando para a quadratura a Saturno e Mercúrio tornando-se também sensível e instável ao ingressar em Câncer… A única ajuda hoje vem do trígono que Marte faz a Netuno, se é que podemos chamar isso de ajuda… Dia tenso e muito inflamável, com a Lua botando lenha na fogueira já fora de controle da confusão Sol-Urano-Plutão. Dilemas familiares podem fazer o teto voar pelos ares e a coisa não está muito diferente no escritório. Hoje é um dia em que talvez tenhamos que tomar medidas drásticas que desagradem a gregos e troianos, buscando ser justos, mas ao mesmo tempo tendo coragem de ser assertivos e ousar defender nossos objetivos e interesses individuais. Como indivíduos estamos encurralados por obrigações e expectativas familiares e profissionais e se não tivermos cuidado, podemos sucumbir sob tanta pressão. É preciso, pois, ter muita cautela e tentar manter a cabeça fria para não tomar decisões precipitadas, só porque queremos “chutar o balde”… Como revolucionamos nossa vida, nossas práticas, nosso trabalho, nossas relações, de forma não destrutiva? Trazendo a necessidade e o desejo por mudança à luz da consciência, para que então as coisas não se dêem de forma desbaratada e prejudicial, mas natural e convergindo de algo que nossa alma já sabia há tempos e apenas aguardava o momento adequado do despertar.

indulgy com

O Olho do furacão é lucar de calmaria, a tempestade circula ao redor – Indulgy.com – Reprodução

O clima fica mais ameno na QUINTA-FEIRA, dia de Júpiter, que está em Leão e que recebe trígono da Lua Minguante Ariana, que também faz trígono a Vênus já no fim de Leão, aspecto depois do qual fica vazia às 10h48min. A Lua ainda se desafina com Saturno em Escorpião e entra em Touro às 16h49min, já conversando, toda carinhosa, com seu “filho”, Mercúrio em Câncer. Depois do dia dramático que tivemos ontem, nada como um pouco de calmaria para refazer os ânimos e por “os pratos” no lugar. Depois da tempestade vem a bonança, diz o ditado, mas no caso, talvez apenas estejamos no olho do furacão – sim, o olho do furacão, ao contrário do que muita gente pensa, é calmo e sereno, afinal, a turbulência circula ao redor, enquanto o centro é estático – mas de qualquer forma, isso nos propicia algum sossego e descanso. Conseguimos ter um pouco de perspectiva e analisar com mais calma e sobriedade os tumultos interiores e externos. As conversas também estão mais afáveis e os contatos, pelos menos por hora, menos inflamáveis. Aproveitemos e ponhamos a mão na massa, porque a Lua em Touro favorece o trabalho prático e constante.

her campusSEXTA-FEIRA é outro dia de relativa calmaria: a Lua Taurina está harmonizada com Netuno em Peixes, com seu inquilino, Marte em Câncer e com Plutão em Capricórnio. Dia de grande introspecção em que nos concentramos em questões práticas, mas sem perder a sensibilidade. O pragmatismo de Touro é temperado pela empatia e compaixão Netunianas. Dia favorável para cuidar de assuntos domésticos ou caseiros ou mesmo para lidar com coisas que exijam concentração, paciência e tranqüilidade. Mesmo a tendência à indolência comum a Touro é equilibrada por Plutão e Marte, o que favorece o trabalho e a conclusão das tarefas mais difíceis. Ao invés de baladas ruidosas hoje, ganhamos mais se tomarmos um banho bem relaxante e sendo dia de Vênus, pode ser um banho de ervas, que limpe nossa aura das energias negativas e atraia prosperidade e amor. Também podemos indulgir em comidinhas que aqueçam a alma e nos refaçam da pedreira da semana. Sossego hoje é o que mais precisamos!

little thoutghs flickr

Little thoughts – Flickr – Reprodução

O fim de semana começa de forma até tranqüila, com a Lua Taurina muito reservada, conversando harmoniosa com o Sol Canceriano e com Quíron em Peixes no SÁBADO. Mas o passar das horas traz de volta o clima de conflito – na verdade ele sempre esteve presente, nós apenas o ignoramos por dois dias – pois a Lua arma de novo uma Cruz T Fixa ao se opor a Saturno em Escorpião e quadrar Júpiter e Vênus em Leão, tornado-os foco da T-Square. A Lua ingressa em Gêmeos às 21h16min. Atritos diversos podem surgir – especialmente entre mulheres – porque estamos azedos e bruscos, humor cortante e ácido. Queremos privacidade e discrição, mas somos aspirados por um turbilhão invasivo que ameaça nos levar de roldão, contra a nossa vontade. O que não queremos admitir é que nossa carranca e amuo escondem grande insegurança e muitos receios, além de senso de inadequação e estranhamento, como se estivéssemos totalmente fora do nosso elemento – um caipira desengonçado no meio de uma audição da Sotheby’s. Rejeitamos primeiro para evitarmos ser rejeitados ali na frente. Vale lembrar aqui aquela máxima de que ninguém pode nos fazer sentir inferior sem o nosso consentimento. Portanto, do quê temos tanto receio? De não sermos bons o bastante? Tão inteligentes, ou bem apessoados, ou ricos, ou charmosos quanto gostaríamos, para impressionar todos ao nosso redor? Sempre que encaramos nossos piores medos e imaginamos o pior dos cenários se concretizando à nossa frente, nos damos conta que nada é tão ruim e que somos apenas humanos, como todo mundo e se temos fraquezas, também temos fortalezas e é nelas que nos agarramos, no que temos de melhor, para lembrar que não temos do que nos envergonhar e que cada um, do seu jeito, tem seu lado brilhante e especial. E não precisa ter inveja daquele que parece ser o centro das atenções de forma estridente e exagerada – talvez ele seja ainda mais inseguro do que nós, apenas disfarce de maneira diferente.

O Diabo

Arcano XV do Tarô: O diabo – Tarô de Nei Naiff

O DOMINGO está carregado de tensão novamente. A Lua Geminiana se torna Balsâmica: olha para o futuro, mas seu humor está corrosivo. Faz quadratura a Netuno e quincunce a Plutão, enquanto Vênus está a menos de dois graus da quadratura a Saturno, o Sol em quadratura a Urano e Marte também a menos de dois graus da oposição a Plutão. Mercúrio já está em orbe de oposição ao mesmo Plutão. Conflitos de poder são a tônica por estes dias. Na tentativa de nos afirmar e avançar em nossos ambições encontramos uma formidável resistência no mundo exterior, o que pode nos frustrar terrivelmente e nos predispor a comportamentos beligerantes e possivelmente violentos, porque em nosso desejo implacável estamos dispostos a patrolar o que encontrarmos pela frente. A questão é que os outros também não estão dispostos a arredar o pé só por causa da nossa “carinha bonita”. Tentativas de controle sobre outros podem ser malogradas porque ninguém vai se deixar dominar num cenário competitivo como este. Tendo em vista que este trânsito pode suscitar o pior lado das pessoas, o mais baixo e sombrio, fazemos melhor se nos assegurarmos de nossa posição e tentarmos persuadir aos outros de forma honesta e limpa, evitando conflitos desnecessários.

il diavolo

O Diabo Arcano XV do Tarô – Reprodução

Vale se questionar a respeito desse desejo de controle ou da sensação de ser controlado: o que é que nos aprisiona? O que nos escraviza ou permitimos que nos escravize? Nossas dependências? Nossas carências? Nossa raiva descontrolada? Essa energia extraordinária pode ser bem utilizada em trabalhos pesados ao redor da casa, na jardinagem, em limpezas que exijam esforços hercúleos, porque há grande desejo de transformar, que se não for bem canalizado, pode nos causar graves problemas. Resta saber se estamos de fato certos do queremos, porque a auto-dúvida está gritante hoje e estamos tão defensivos quando um porco-espinho, algo que não ajuda em nada no gerenciamento dos conflitos. Fechamo-nos porque somos rejeitados ou somos rejeitados porque nem permitimos que ninguém chegue perto? Antes de perceber ameaça onde não existe e antes de se melindrar por ofensas duvidosas, é melhor checar se o problema não começa mesmo aqui dentro – isso pode evitar muita confusão, afinal, os outros não têm nada a ver com minhas inseguranças e carências mal resolvidas. Se estivermos dispostos a olhar com honestidade para a origem de tanta raiva e irritação, de tanto desejo de controle e domínio e da insegurança, poderemos transformar uma energia potencialmente destrutiva em auto-conhecimento e melhor ainda, em grande feitos criativos e transformadores da nossa realidade interior e factual. Estamos dispostos a dar o que for preciso para conseguir tal feito?

Uma linda e transformadora semana para você!

OBS: Não precisa ficar assustado, os desafios desta semana fazem parte de desafios maiores que já estamos enfrentando há muitos meses… É mais uma camada da cebola sendo tirada. Lembra como foram junho e julho no ano passado? As próximas semanas trazem algo similar. Pessoas com planetas entre os graus 12 e 22 dos signos Cardinais (Áries, Câncer, Libra e Capricórnio), ou que fazem aniversário entre 02 e 13 de abril, entre 05 e 15 de julho, entre 06 e 16 de outubro e entre 3 e 13 de janeiro sentem essa tensão de forma mais aguda e são mais desafiados a empreender as mudanças e transformações simbolizadas por Urano-Plutão. 

three rivers deep

Threeriversdeep.wordpress, via Pinterest – Reprodução

Lua Cheia em Capricórnio: celebrando a vida, o amor e a compaixão!

Cheia terra

Do Pinterest – Desconheço o Autor – Reprodução

Chegamos ao ápice de mais um ciclo, num mês para lá de especial, visto que teremos DUAS Luas Cheias – a segunda chamada de LUA AZUL, no dia 31 de julho, em Aquário. O fenômeno da Lua Azul não se refere à coloração da Lua, mas à repetição da fase cheia no mesmo mês do calendário oficial, então, como o ciclo de lunação é de 29,5 dias, sempre que uma Lua Cheia ocorre no dia 1° ou dois de um mês, é muito provável que haja outra Lua Cheia ao final do mesmo mês (fevereiro está obviamente excluído do fenômeno). A Lua Azul ocorre em média a cada três anos.

Tailtiu - Irish goddess of midsummer goddes of earth and wheat

Tailtiu – Deusa Irlandesa da Terra e do Trigo – Reprodução

Voltando à Lua Cheia de hoje, ela ocorre às 23h19min no horário de Brasília, e às 03h19min no horário de Lisboa, a 09°55’ de Capricórnio, em conjunção a Plutão, oposição a Sol-Marte em Câncer, sextil quase exato a Netuno em Peixes e, principalmente, forma uma Grande Cruz Cardinal ao fazer quadratura ao eixo nodal da Lua. Uma Lua Cheia deveras poderosa e de grandes implicações! Mas antes de olharmos os aspectos, algo que chama a atenção é que esse mapa traz grande presença do elemento Água, cinco pontos no total (Sol, Marte, Saturno, Netuno e Quíron) e apenas Mercúrio em Ar, em seus domínios Geminianos. Isso aponta para uma Lua Cheia que tende a ser bastante emotiva, até mesmo para Capricórnio, visto que o regente da Lua Cheia, Saturno, está em Escorpião. A fase cheia já é naturalmente dramática, pois indica um momento crítico no ciclo, um pico na experiência da busca dos objetivos do período.

500px com

500px.com – Reprodução

Toda essa água também sugere a necessidade de sermos mais amorosos e compassivos, de exercitarmos maior empatia, de olharmos para além do nosso próprio umbigo e estendermos as mãos para outros que porventura precisem de nós, seja o próximo mais próximo, ou mesmo em escalas comunitárias maiores. Nem que seja orando à distancia pelos que sofrem. O que me remete imediatamente ao aspecto mais próximo que Lua e Sol fazem neste mapa: Netuno. A Lua faz sextil e o Sol faz trígono, os dois a apenas 12 minutos de distância da exatidão do aspecto (minuto aqui é a fração de grau). É preciso trazer à luz da consciência (Sol) e também ao coração e ao sentir (Lua), a percepção da interconexão que nos une a todos na teia da vida, seja energia animal, vegetal, mineral – obviamente se isso está para além da espécie, está mais além ainda de identificações políticas, sociais, raciais ou religiosas. Tudo isso de forma muito prática e pé no chão, como requer o signo da Cabra. Até porque em Capricórnio adquirimos a consciência social, o conhecimento de que fazemos parte de uma comunidade, na qual está inserida também nossa família de origem (Câncer), e, portanto, devemos trabalhar não só pelos nossos objetivos e ambições pessoais, mas também pelo melhoramento dessa sociedade em questão.

Norman Duenas , artista americano

Norman Duenas, artista americano – Reprodução

Mas essa Lua Cheia fala mais, muito mais… Como a maior parte das Luas Cheias nos signos Cardinais dos últimos anos, essa novamente ocorre envolvendo Plutão – e por pouco não envolve Urano também! Lembretes ruidosos da necessidade de transformação profunda em nossas vidas, em todos os níveis: pessoal, familiar, profissional, social… Lembretes que são repetidos infinitamente; necessidade de levarmos vidas mais autênticas e mais condizentes com os limites da realidade em que vivemos. Sim, com Capricórnio sempre somos chamados a encarar a realidade como ela é e se Plutão é o par nessa dança, não há escapatória possível.

makr com

Do site Makr.com, via Pinterest Reprodução

Capricórnio também evoca nossa capacidade indubitável para a auto-suficiência, a despeito de nossas cultivadas dependências e apegos. Responsabilidade, deveres, sobriedade, disciplina, paciência, temperança também são atributos deste signo que ficam mais que realçados quando dá lugar a uma lunação.  Contudo, a Lua Cheia convida também a buscarmos equilíbrio nos assuntos representados pelo eixo em que acontece, neste caso Câncer-Capricórnio. Aqui, uma frase que resume bem este eixo é a citação famosa de Che Guevara (que tinha Plutão em Câncer): “Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamas”, ou em português claro: “é preciso ser duro, mas sem perder a ternura, jamais”.

Lua Cheia Capri

Lua Cheia em Capricórnio – 1° de julho de 2015, 23h19min, Brasília-DF

A Lua Capricorniana, além de estar conjunta a Plutão, está em oposição a Marte em Câncer. Uma Lua que não tem medo de nada, que faz da coragem seu lema diário; que encara de perigos atrozes às durezas e obrigações do dia a dia. Mas é preciso vigiar para não se endurecer em demasia e para isso o sextil a Netuno vem bem a calhar, adicionando sensibilidade e compaixão, além de uma percepção onipresente dos sofrimentos do mundo lá fora. pinterestttA oposição Sol-Lua também faz aspecto, como já mencionei, com o eixo Nodal, formando uma Grande Cruz Cardinal (este quadrado vermelho que você vê no centro do mapa), mais poderosamente enfatizada porque hoje Marte está em quadratura exata a este eixo, neste mapa, a apenas três minutos de distância da plenitude do aspecto. De imediato essa Grande Cruz vem salientar, de novo, a necessidade de encontrarmos o equilíbrio entre as várias esferas de vida, doméstica, relacional, profissional, comunitária, como também já sugeri acima. Entretanto, mais do que isso, ela vem nos falar de destino. Sempre que o eixo nodal está envolvido, evoca-se uma qualidade fatalista, de inevitabilidade. E eu pergunto: estamos dispostos a abraçar nosso destino (Nodos lunares) – sim, ele existe, gostemos ou não – e fazer o que tem que ser feito, sem reclamações, sem birras ou tantruns (Sol-Marte em Câncer), assumindo nossas obrigações e deveres com honestidade, responsabilidade, realismo e ainda, sem perder a graça (Lua-Plutão em Capricórnio)?

Strudwick-_A_Golden_Thread

As Moiras, Cloto, Lachesis e Átropos, que teciam (Cloto), enrolavam (Lachesis) e cortavam (Átropos) o Fio do Destino – Alegoria de Strudwick 1885 – Reprodução do Wikipedia.

O que é livre arbítrio? O que é o destino? Existe mesmo essa coisa de destino? Eu diria que sim. Pense você: quantas coisas na sua vida aconteceram à revelia da sua vontade “consciente”? Se desconsiderarmos, nesta reflexão, a idéia de reencarnação ou de vida pré-vida, temos que concluir que não escolhemos a família em que nascemos, a cor dos nossos olhos ou pele ou cabelos; a forma do nosso corpo, as condições sociais  ou geográficas em que nascemos e tantos outros “detalhes” que moldaram nosso caráter e nossa experiência terrena… Em Astrologia nós dizemos que isso é Destino. Foi-lhe dado. Ponto. Igual ao seu mapa natal, que lhe foi dado e que representa seus desafios e dons nesta presente vida. É claro que de uma perspectiva espiritual dizemos que tudo isso foi escolhido pela nossa alma em função de nossa evolução, mas essa conjectura é apenas um exercício proposto para refletirmos sobre a dicotomia Destino-Livre arbítrio. Para resumir tal reflexão recorro a Jung, que tem uma das mais brilhantes e certeiras (pelo menos para mim) respostas para este dilema. Ele diz: “Livre arbítrio é capacidade de fazer com alegria aquilo que eu tenho que fazer”. É a isto que a Lua Cheia de hoje nos convida, ou melhor, nos convoca, a fazer com alegria aquilo que temos que fazer, seja isso o que for. Com honestidade, verdade, graça e alegria. E também a perceber que faz parte do nosso “destino”, ter nascido nesta Terra, neste tempo e ser parte dessa grande rede energética de vida. Mesmo que queiramos, não podemos nos desconectar dela.

magical nature tour

Do site magicalnaturetour.com Reprodução

O mapa ainda traz a conjunção Vênus-Júpiter em Leão, exata horas antes da Lua Cheia, lembrando-nos de novo, de como é importante nos sintonizarmos com a alegria e os estados de gratidão, para nos percebermos merecedores das grandes benesses da vida. Que é preciso sonhar grande e que o fato cumprirmos nossas obrigações e comprometimentos não significa, necessariamente, abrir mão de tais sonhos; que é perfeitamente possível conciliar realismo e esperança, otimismo e pé no chão, autoconfiança e sobriedade… Mercúrio, único ponto em Ar, está em sextil muito próximo tanto a Urano em Áries quanto à conjunção Vênus-Júpiter, indicando é possível também ser objetivo, lúcido e otimista, sem deixar de ser compassivo e sensível, como indica o restante do mapa.

compassion

Do site Thebluebirdpatch.com – via Pinterest – Deconheço o autor – Reprodução

Por fim, como sempre, finalizo com o Símbolo Sabiano, que para o grau 09° de Capricórnio traz a seguinte imagem: “Um albatroz comendo da mão de um marinheiro”. Dane Rudhyar em seu livro Uma Mandala Astrológica diz que este grau pertence ao segundo Hemiciclo, que trata do Processo de Coletivização e ainda ao Quarto Ato, o da Capitalização. Ele diz que este símbolo nos fala da superação do medo e suas recompensas. “o homem que irradia perfeita inofensividade pode atrair para si as mais selvagens criaturas e estabelecer com elas uma parceria baseada no respeito e compreensão mútuos. Cada entidade viva tem um papel no ritual da existência no mundo; para além destes papeis específicos, que muito freqüentemente separam uma entidade vida da outra, a comunhão do amor e da compaixão pode aproximar vidas as mais completamente diferentes”, diz Rudhyar. A imagem traz a idéia de nos percebermos, de fato, como parte de uma grande rede energética que inclui todas as formas de vida, com o entendimento implícito de que nenhuma é mais – ou menos – importante do que a outra e que todas estão unidas pela origem em comum: a fonte divina de vida. “Somos apresentados com uma imagem em que o ideal da paz e da felicidade através da cultura, de forma que agora inclui todos os organismos vivos do planeta. O poder de tal cultura inofensividade e compaixão gera CONFIANÇA em todo lugar”, conclui ele.

the guardian

Irmão protege a irmã menor nos escombros do terremoto do Nepal – the Guardian Reprodução

Linda Hill expande o tema dizendo que este símbolo sugere a superação de medos, superstições e pensamentos limitantes. E que uma maneira eficiente de superar nossos medos (Capricórnio) é através da gentileza e da disposição em baixar nossa guarda, permitindo que outros possam se aproximar e interagir conosco, sejam humano ou animal. Erguer barreiras entre nós e os outros, tema comum para Capricórnio, pode levar à alienação, não só emocional, mas também em outros níveis da convivência terrena. É importante, pois, largar as preocupações e medos de lado e dar uma chance à aproximação com outros – dar uma “chance à paz”, como diria a frase clichê. Neste cenário, não se vê o marinheiro tentando agarrar o albatroz, o que nos diz de imediato que a relação é livre de dependências, posse ou controle, temas também importantes para o eixo Câncer-Capricórnio.

themetapicture - Cópia

Durante a explosão de uma fábrica na Chica, um macaco salva um filhote de cachorro carregando-o do lugar – Themetapicture.com – Reprodução

Concluindo, a Lua Cheia nos chama a assumir e abraçar nosso “Destino” com alegria, com tudo o que ele implica, com responsabilidade e honestidade; a superar dependências emocionais e caminhar na direção da independência e auto-suficiência; sobretudo, a Lua nos conclama a abrir-nos à vida, a celebrar o amor e a compaixão de forma irrestrita, implantando em nosso ambiente e em nosso cotidiano a cultura da paz e da unidade. Feliz Lua Cheia para você! Onde você estiver, com quem estiver, abra-se para a vida, o amor e a compaixão!

Nota: Em termos práticos, a Lua Cheia de Capricórnio favorece o trabalho e a materialização dos objetivos, especialmente favorece as questões financeiras e as ambições profissionais e empresariais. Sugere ainda uma ênfase nos assuntos da casa do mapa em que temos Capricórnio.

lifesrecipeforarichsoul com

Lifesrecipeforarichsoul.com – Via Pinterest – Reprodução

%d blogueiros gostam disto: