As 12 Noites Sagradas – GÊMEOS

gemeosHoje é o dia de Gêmeos.  Peraí! Não! Sim! Não tenho certeza! Talvez! Não, é isso mesmo! Deixa eu atender o telefone, já respondo… Gêmeos é assim, sempre dividido em “duas mentes”, porque ele é duas pessoas, no mínimo! Geralmente é uma multitude habitando um só corpo. E como é ágil e vive de estímulos, guia-se a partir do último estímulo recebido. E em função disso, muda de ideia a todo instante. Mas antes de entrarmos na psicologia de Gêmeos, vamos ver sua simbologia para as 12 Noites Sagradas? (Se você não sabe o que são As 12 Noites Sagradas, clique aqui)

Aliás, sendo hoje o último dia do ano, é muito adequado termos Gêmos como signo do dia, já que Gêmeos é um signo de portais e portões. Estamos num momento de transição e o Deus Hermes nos guiará até 2016!

angel_family

De acordo com o roteiro de Steiner, “uma estrela brilha no céu emanando seu brilho da Constelação de Gêmeos, o portal através do qual emanam as forças espirituais dos Serafins, os Seres do Amor. Amor que não está mais assentado nos laços físicos, nos laços da paixão mas em laços espirituais. O amor fraterno.

No Evangelho temos a sentença desta forma de amor: ‘onde dois estiverem reunidos em meu nome eu estarei no meio deles’ – ou seja abre-se mão do próprio Eu e ganha-se outro Eu que é eterno.

A fraternidade é o mais poderoso impulso para a vida social porque ela pode quebrar as barreiras de status, de etnia e de crenças.

Nesta Noite Santa através do portal de Gêmeos os impulsos espirituais dos Serafins ajudam a vencer a barreira do individualismo e da solidão” (1)

 

gemini
Gêmeos – Ilustração Medieval

Penso, logo existo! Falou GÊMEOS, o pensador do Zodíaco!

Falou de Gêmeos falou de leveza e bom humor.

Primeiro signo de AR e primeiro signo MUTÁVEL, Gêmeos é a versatilidade, flexibilidade e mobilidade encarnadas. É MASCULINO, ATIVO, POSITIVO. É o terceiro signo na roda zodiacal. Aqui a criança descobre que existe um mundo para além dela mesma: existem irmãos, parentes, um ambiente cheios de novidades para ela explorar e ela sai descobrindo esse ambiente com grande curiosidade, interesse e entusiasmo. Tudo é novo, tudo é instigante! Ela descobre que tem mãos que podem tocar e segurar as coisas; que tem pés que podem levá-la de cá para lá; descobre que pode falar e dizer o que sente e o que quer; descobre um mundo super excitante e estimulante ao seu redor!

SONY DSC
Vitrais da Catedral de Chartres, Chartres, França – Wikimedia Commons

Este signo mental, super cerebral veio ao mundo para CONECTAR pessoas, IDEIAS, conceitos,  universos, tribos, etc, quer os elementos em questão tenham ou não algo em comum – ele conecta tanto pela similaridade quanto pela disparidade. Extremamente habilidoso, CURIOSO, inquieto e interessante, está sempre aprendendo e descobrindo coisas novas, e espalhando as novidades por aí na mesma velocidade com que as descobre. Sua função e diversão maior é juntar informações e redistribuí-las. Não à toa, há montes de geminianos no jornalismo e nas mídias em geral. COMUNICAÇÃO é o seu elemento por excelência e Sue Tompkins o chama de “super-networking” (2). Ele precisa estar exatamente onde as coisas estão acontecendo. Aqui e Agora! Outra palavra chave é MOBILIDADE, precisa se sentir livre e solto para ir e vir conforme lhe aprouver – nada de amarras, please!

gemini11
Gêmeos – De um livro Medieval de Astrologia – Wikimedia Commons

De mente extremamente aberta, adora EXPERIMENTAR e é mesmo um tanto amoral, não julga e detesta ser julgado, aliás, ele está se lixando para o que você pensa dele porque no próximo minuto ele já é outra pessoa, então o que você pensa já ficou pra trás. Se você se expõe à experimentação, tem que entrar nela com a mente aberta, sem julgar, certo? Uma das canções que se encaixam perfeitamente aqui é a METAMORFOSE AMBULANTE, portanto, não cobre dele coerência enm opiniões imutáveis, isso é para os signos fixos! Ele muda com o vento, que aliás, são seres do elemento Ar, assim como ele. Tudo aqui é muito rápido e ÁGIL! Mesmo! Claro que tanta mutabilidade traz de reboque extrema INQUIETAÇÃO e ele precisa estar se movendo constantemente, ou pelo menos, movendo as mãos ou os pés – atribui-se que vem daí a adicção ao fumo, porque o cigarro preenche essa necessidade de ter algo nas mãos, de fazer algo com as mãos. Sim, no corpo Gêmeos rege os dedos, as mãos e braços, pulmões e sistema respiratório e a oxigenação do sangue, junto com Mercúrio, o sistema nervoso. Geralmente problemas de saúde associados a esses órgãos e membros tem a ver com Gêmeos e Mercúrio.

manuscript known as Kitab al-bulhan or Book of Wonders held at the Bodelian Library. Shelfmark
Manuscrito conhecido como Kitab Al-Bulhan ou Livro das Maravilhas, mantido na Livraria Bodelian – Reprodução

Junto com Sagitário, seu oposto complementar, Gêmeos compões o eixo do CONHECIMENTO, enquanto ele coleta as informações, Sagitário lhes atribui significado e os dois a distribuem, de formas diferentes. No mapa natal olhamos a Casa 3 tem a ver com a educação fundamental e a 9 com o ensino superior. Tompkins diz que Gêmeos é o repórter e Sagitário o jornal em si ou o canal de TV que massifica essa informação; Gêmeos é o aluno e Sagitário o professor. Então Gêmeos diz EU CONHEÇO e está, de fato, sempre buscando aprender coisas novas, inquietamente. Gosta muito de LER, embora não necessariamente coisas profundas. Ele gosta de ler de tudo porque na sua ânsia por conhecimento quer saber de TUDO UM POUCO, sabendo pouco de muita coisa, o que pode levar à SUPERFICIALIDADE e ARTIFICIALIDADE e à DISPERSÃO. Não é que ele não queira se aprofundar; é que seus interesses mudam com tanta rapidez que não duram o suficiente para ele ir para o próximo nível naquela área. Ele precisa de ESTÍMULO, e estímulo constante, então se interessa por tudo.

Deutsche Fotothek Astrologie & Sternzeichen & Kalender Gemini
Gêmeos – Deutsche Fotothek Astrologie & Sternzeichen & Kalender – Wikimedia Commmons

É o signo da LINGUAGEM, da palavra e geralmente indivíduos com mapas onde este signo é  proeminente têm grande facilidade para aprender outras línguas, quase como se aprendessem por osmose, somente pelo contato com o nativo falante. Por linguagem leia-se todas as formas de linguagem. Também é o signo de todas as formas de  COMUNICAÇÃO: fala, escrita, sinais, expressões faciais, linguagem corporal… Ele veio se comunicar, de todas as formas possíveis! E tendo tanto estímulo mental e tanto interesse em todas as coisas, é claro que ele seria ULTRA-CRIATIVO e frequentemente a mente inquieta vai se expressar pela escrita ou por outros meios de expressão que possam ser canal para toda essa ebulição que ele leva dentro dele. Essa criatividade vem, além da ebulição interior e da versatilidade, vem também da capacidade de se alternar, de apreender tanto o mundo da forma, do aqui e agora – que ele aprendeu a descobrir com os membros, mãos, pés, olhos, ouvidos… Quanto os conceitos abstratos formulados a partir de todas as experiências propiciadas por essas descobertas. Essa capacidade de se alternar também vem da sua grande DUALIDADE e AMBIGUIDADE, característica da imagem símbolo: o par de gêmeos divinos, luz e sombra, positivo e negativo. Como dissemos acima, ele é, no mínimo, dois, mas pode conter uma multitude. Para entender onde nasce essa ambivalência e dualidade, vamos explorar seus mitos!

images (8)
Gêmeos – Imagem Alquímica – Reprodução

Essa análise dos mitos e simbologia de Gêmeos é baseada no capítulo Myth and Zodiac do Livro The Astrology of Fate – em português, A Astrologia do Destino – de Liz Greene, e coloco em itálico para enfatizar a fonte e o crédito. O mito dos Gêmeos Divinos é um tema recorrente em várias culturas, indicando que é um temam importante e que precisa ser integrado na psique. Havia Zeto e Anfion, filhos de Zeus e Antíope. Zeto era corajoso, um guerreiro valoroso; já Anfion era sensível e gostava de tocar a lira, presente que ele ganhou do próprio Hermes. Zeto desprezava seu irmão e zombava de suas qualidades, que ele considerava efeminadas. Eram opostos. Mas o mito mais conhecido é mesmo o de Castor e Polux. Zeus cortejou Leda, a rainha do Rei Tindareus, na forma de um cisne. Como resultado dessa união ela botou dois ovos: de um nasceu um par imortal, Polux e Helena, aquela que causou a Guerra de Tróia; do outro novo nasceram Castor e Klytamnestra, que eram mortais. Um dia, Castor e Polux se envolveram numa briga com outoa par de gêmeos, chamados Idas e Linceu. Castor morreu e Polux ficou inconsolável. Ele ficou tão triste que apelou para Zeus, que compadecido dos irmãos concedeu que or irmãos se alternassem entre a vida e a morte: um dia um passava no Hades, a Terra dos Mortos e o outro ficava sobre a terra, entre os vivos, trocando de posição no dia seguinte. Assim eles se alternavam. Isso já nos remete a uma das facetas da personalidade Geminiana, que é tida como de humor muito instável, oscilando entre euforia e depressão.

gemeos2
Gêmeos – Prato 18 em Espelho de Urania, um conjunto de cartões celestiais by Jehoshaphat Aspin – London – Wikimedia Commons

Há outros pares de Gêmeos e irmãos famosos nos mitos: Rômulo e Remo, os filhos de Marte que teriam fundado Roma; Da Suméria, Inanna e Ereshkigal não eram gêmeas, mas eram irmãs opostas; na Bíblia temos Cain e Abel, que embora não fossem gêmeos, também representam o arquétipo; Esaú e Jacó e até mesmo Jesus e Satã; e na mitologia nórdica, há também Baldur e Lodge, Alberico e Wotan. O tema é recorrente: um irmão é claro, luminosos, extrovertido, cheio de talentos e beleza, enquanto o outro é sombrio, reservado, introspectivo; às vezes um feio e o outro é belo; às vezes um bom o outro é mau.

 

dalizodiac_gemini
Gêmeos – Salvador Dali -Reprodução

O que todos esses mitos falam é sobre o tema do duplo, da ambivalência que há em todos nós, mas que aparece mais marcadamente em Gêmeos. Porque este signo mostra-se, por vezes, como se de fato, fossem duas pessoas vivendo no mesmo corpo, em que um não sabe das ações do outro. A mão esquerda não sabe o que a direita faz. Gêmeos já foi acusado de ser “duas caras”. Independentemente das implicações de falsidade, isso é uma verdade, porque reflete um das formas como Hermes, regente de Gêmeos era retratado: uma estátua de duas caras, em que uma olhava numa direção e a outra no outro rumo. O próprio Exu, o correspondente de Hermes na mitologia Yourubá, é retratado como duas caras, assim como essa figura aparece em várias outras mitologias primitivas. O próprio Judas, que foi objeto de escárnio por seu “trabalho sujo” de trair Jesus teve papel fundamental na Redenção, pois sem ele, Jesus não teriam sido entregue para o sacrifício – Judas então teria vivenciado um sacrifício tão grande quanto o do Cristo, sendo que foi execrado para sempre. Sombra e Luz é um tema primordial para Gêmeos e o que ele precisa entender que a sombra não está lá fora no irmão, na “outra mulher”, no rival personificado no colega de trabalho… A sombra é parte dele mesmo, mas isso é algo que ele vai levar a vida toda para perceber, que esse outro contrário, o oposto, é na verdade, ele mesmo.

640px-Hermes_alquimico
Hermes Alquímico – Reprodução

Hermes-Mercúrio, o regente de Gêmeos tem uma mitologia também bastante peculiar: mal nasceu, ainda nas fraldas, já roubou o gado de seu irmão Apolo, com a cara mais lavada do mundo. Ao sair da caverna onde morava, avistou uma tartaruga, matou-as e transformou seu casco numa lira, que usou na negociação posterior com o gado de Apolo, que se encantou pelo instrumento. Hermes era, pois, um deus extremamente peralta e travesso, estava sempre aprontando alguma, fosse com deuses ou mortais. Era extremamente amoral e ambivalente e os mortais, quando viajavam e pediam sua proteção, estavam sempre cientes de que poderiam ser bem sucedidos, mas poderiam também ser vítimas de alguma peça pregada pelo trickster. A figura do Tríckster é de fato, fascinante. Ela representa aquele lado da anarquia, do humor e da brincadeira, de não se levar a sério demais, de cortejar tanto o bem como o mal, de estar ciente das diversas nuances da vida, da luz e da sombra e aceitá-las como parte natural da experiência, sem julgamentos. “o Trickster representa o momentum misterioso do inconsciente, às vezes destrutivo, às vezes bem humorado, às vezes terrificante; mas sempre ambíguo e sempre fértil”, diz Liz Greene citando Jung em A Astrologia do Destino – para ler mais sobre Hermes-Mercúrio e sua mitologia, clique aqui e aqui

hermes
Hermes Trismegisto – Reprodução

Hermes-Mercúrio é ainda o patrono da Alquimia, e transmutar matéria é uma das tarefas de Gêmeos. O alquimista sabia que corria muitos riscos e que não havia garantia nenhuma do sucesso da obra, que em ultima instancia, era Deo Concedente, ou seja, dependia da vontade do deus. Ele podia enlouquecer, porque os vapores químicos eram terríveis; ele poderia morrer, as cozinhas explodiam, ia tudo pelos ares; mas o pior de tudo era o risco da corrupção moral a que estava submetido.

trc
O Trickester – Reprodução

Gêmeos também é um dos signos associados com o arquétipo do Puer Aeternus, a Criança Divina que nunca cresce. Irresponsável e cheia de potenciais, num eterno estado do vir a ser, que se recusa a ser tornado em forma concreta, porque então não é mais potencial. Isso é algo que parece ser umas das pragas de Gêmeos: essa dificuldade de se comprometer, porque há um receio de renunciar a outras possibilidades. Dizer sim para uma coisa é dizer não para outras e isso é algo complicado pra Gêmeos conciliar. Se ele consegue se comprometer minimamente com a vida, certamente deixa uma contribuição sui generis para a humanidade. Há exemplos abundantes no mundo das artes, da escrita, da literatura, da música. Mas ele precisa, em algum momento, decidir se quer crescer, se vai abrir mão de viver na Terra do Nunca para virar um adulto, talvez nem tão sério ou tão responsável assim, mas ainda assim, comprometido com sua própria criatividade e com a conciliação do irmão sombrio interior.

pweterpan
Peter Pan, relacionado ao arquétipo do Puer Aeternus, a Criança Divina que nunca cresce – Reprodução

A Sombra de Gêmeos está ligada a Sagitário, que vê além dos detalhes, que vê o todo, que enxerga a visão mais ampla das coisas. Gêmeos precisa aprender com Sagitário a não se perder demais nos detalhes do aqui e agora, a olhar para o futuro e ter metas de longo prazo. Outra parte dessa sombra, de acordo com Liz Greene (4) é a Síndrome da Criança Irresponsável, que claro, nos remete ao Puer e ao Peter Pan. Tem a ver com todo o criticismo que ele faz ao mundo materialista. ele não quer crescer e assumir responsabilidades, essa coisa chata de ter um emprego, onde você tem que estar lá todos os dias, cumprir horário, ter uma rotina… Mas ao mesmo tempo ele espera que você seja condescendente com as necessidades dele e lhe dê suporte “material” em tudo aquilo que ele não foi capaz de prover por si mesmo porque estava se divertindo – afinal ele é a criança divina, certo? ele não tem que perder tempos com essas coisas entediantes do mundo comum. Liz Greene traz presente outra parte desta sombra, que ela chama de “O conspirador”. Ele é o conspirador, Liz diz, não porque ele esteja conspirando contra os outros, mas porque ele acha que todo mundo está conspirando contra ele, todo mundo quer tirar algo dele, então ele engendra formas muito eficazes de não dar, o que quer que seja isso, tornando-se muito elusivo e difícil de dar o que quer que seja para os outros e isso, obviamente, torna as relações desequilibradas, em que somente um lado investe enquanto ele se nega a trocar. Essa negação de dar se refere a tudo: questões materiais – se ele puder, vai fazer você pagar a conta sozinho, porque ele está sempre sem grana – informações básicas sobre ele mesmo e, principalmente, afeto. Liz segue dizendo que a troca de sentimentos é a coisa mais difícil e nasce da alienação emocional crônica da qual ele é vítima. Não confia nos próprios sentimentos, muito menos nos outros, desconfia de tudo e só confia na mente racional. Por isso ele vai sonegar informações, especialmente aquelas de cunho íntimo porque ele acredita que se você souber muito sobre ele, você usará tais informações contra ele, em última instância, tendo controle sobre ele. Assim, ele vai ser eternamente elusivo, jogando jogos mentais e ás vezes mentindo descaradamente para despistar você. Sim, o eterno problema que os signos de Ar têm com os próprios sentimentos. é um longo aprendizado até que Gêmeos aprenda a reconhecer uma parte desta sombra, até que aprenda a reconhecer e honrar os próprios sentimentos, deixando que as pessoas cheguem mais perto, para além do plano meramente mental-conversacional.

Meditação para Gêmeos:

Esta é uma meditação que deve ser feita sentado. Se em algum momento você sentir qualquer desconforto ou mal estar, interrompa o exercício e abra os olhos imediatamente.

Essa meditação chama-se “Cadeira Vazia”. Coloque duas cadeiras, uma de frente para a outra. Sente-se numa delas e feche os olhos. Relaxe através da respiração profunda. Quando estiver pronto, visualize que na cadeira à sua frente está aquela pessoa com quem você tem atritos sérios, quem quer que seja. Olhe para ela e reconheça todos os sentimentos difíceis que ela lhe causa. Sustente o olhar. Ela tem algo a lhe dizer? Escute-a sem argumentar. Continue olhando. Haveria a possibilidade de essa pessoa ser muito parecida com você? Agora, imagine-se trocando de lugar, sente-se na cadeira desta pessoa e sinta como é ser ela, como é sentir como ela, como é ver o mundo do ponto de vista dela. O que você sente? É muito difícil? Desconfortável? Volte para o seu lugar, olhe-a diretamente nos olhos. Se sentir necessidade de dizer alguma coisa, diga, respeitosamente. Quando estiver ponto, agradeça e se despeça. Gradativamente retorne ao momento presente e abra os olhos. ESCREVA sobre sua experiência.

Música para Gêmeos

 

 

 

Amanhã é o dia de CÂNCER!

(1) Edna Andrade, Festas Cristãs

(2) Sue Tompkins – the Astrologer’s Handbook

(3) Liz Greene – A Astrologia do Destino

(4) Liz Greene – AStrology for Lovers

Uma opinião sobre “As 12 Noites Sagradas – GÊMEOS”

  1. Foi muito comunicativa esta meditação!
    Especialmente conectiva através de outras esferas do diálogo.
    Para começar, meu dia raiou com um dilema inicial. Ir ou não ir na cachoeira? Vários estímulos chegando até mim, não sabia como decidir. Silenciei os receptores, para lidar com minha intuição, ouvi meu tambor interno e segui o toque de recolhimento interno. Fiquei em casa. Foi o melhor que fiz.
    Hoje realizei trocentas tarefas. Todas paft-puft, rápida, ligeira.
    Iniciei tarefas, peguei deveres deixados pela metade para poder concluir, mais servi ao outro do que a mim. Tudo bem.
    Me comuniquei de uma forma especialmente clara hoje. Minha família costuma dizer que sei me expressar muito bem, mas hoje até eu senti isto em mim. Falei de maneira muito didática uma ideia que eu precisava passar para minha mãe. Creio que ela tenha alcançado meu raciocínio, foi ótimo.
    Abro um colchetes aqui: [em todas as outras noites de meditação, eu consegui me concentrar, sentar, ler, meditar e escrever muito bem. hoje estou elétrica, são 02:40h da manhã e ainda não consegui concluir, pois já arrumei o armário, respondi mensagens, baixei músicas, agendei o passaporte, dei banho nos cachorros, subi no pé de manga, me alonguei, lixei as unhas…]
    Quando sentei para meditar foi excepcional. Sentei em uma cadeira e deixei outra na minha frente, como você tinha indicado.
    A pessoa que se sentou comigo foi Ana, minha irmã.
    Tive certa dificuldade em aceitar ser ela, pois não acho que temos muitos desentendimentos. Mas de certa maneira sentia que deveria ser com ela. Em certo momento da meditação senti vontade levantar da minha cadeira e observar de longe as duas cadeiras (a minha e a da Ana). Me deitei no chão e fiquei observando as cadeiras como se eu estivesse de fora da conversa, e ainda assim conseguia me ver e ver minha irmã dialogando. Era neste ponto que eu precisava chegar.
    Deitei, dormi, sonhei. Aí sim! Só gosto de dormir porque é quando posso sonhar, senão ficaria ligada no 220 o dia todo.
    Sonhei e foi um sonho daqueles: SE LIGA QUE AQUI TEM INFORMAÇÃO VITAL QUE TRANSCENDE A MATÉRIA.
    Curioso que quando me deitei, já deixei um caderno e uma caneta na minha cabeceira pois sabia que sonharia rs. Acordei e escrevi, ainda de luz apagada, ficou um garrancho minha letra. Mas foi ótimo pois os primeiros cinco minutos depois do sonho são os mais lúcidos. Se bem que este sonho acho que me lembrarei por muito tempo.
    Se eu pudesse resumir o sonho…como seria? Não sei.
    O par de asas que ganhei quando vim para esta escola terrestre foi costurado com o mesmo novelo que o de minha irmã. Minha mãe é costureira. Encontrar com minha irmã nesta existência tem caráter missionário de resgate e conserto familiar. Minha irmã é sagitário com ascendente em gêmeos.
    Não resumi bem o sonho, é algo bem mais transcendental do que isto.
    Não termina aí, mas escolho parar aqui.
    Sigo agradecendo de corpo e alma por teus ensinamentos.
    São tantos desdobramentos…
    Aquele abraço!
    Letícia.

Deixe uma resposta