Arquivo da tag: Lucidez

Lua Nova em Libra – Abra portas e janelas!

Reprodução

A Lua Nova de hoje (19 de outubro de 2017, 17h13min para Brasília e 19h13min para Lisboa) anuncia um novo ciclo de muitas surpresas, notícias e acontecimentos inesperados, guinadas repentinas nas decisões e atitudes, possibilidade de rupturas diversas e necessidade de renovação e de recorrermos à nossa inventividade, mais do que nunca! Isso vale para a vida de um modo geral, mas principalmente para os relacionamentos amorosos e parcerias de negócios.

Desconheço o autor – reprodução

O ciclo de Libra sinaliza um período do ano em que precisamos nos concentrar mais nas nossas relações, de sair um pouco de nós mesmos e focarmos na alteridade; um período de maior busca de equilíbrio nas trocas e nas relações laterais, entre iguais. E Libra é um signo que vê as relações de forma muito civilizada, sem grudes, sem excessos de emocionalismos, sem derramamento exagerado de sentimentos. Não é sobre amor ou sentimentos, é sobre equidade, parceria, lateralidade; sobre como lidar com quem está ao meu lado – nem na minha frente, nem atrás, nem acima, nem abaixo, mas ao lado: um outro igual a mim.

Lua Nova em Libra – Brasília, 19 de outubro de 2017, 16h13min.

No mapa desta lunação, vemos Lua e Sol a 26°35’ de Libra, em oposição exata – apenas a três minutos de distância do aspecto partil – a Urano, que está retrógrado a 26°31’ de Áries. Lua e Sol acabaram de fazer o aspecto exato e, embora muito próximos ainda, já estão se separando dele. Lua e sol também se separam de um sextil a Saturno em Sagitário e ainda fazem sesqui-quadratura a Netuno e quincôncio a Quíron, ambos em Peixes – o único aspecto aplicativo, que ainda vai acontecer é a sesqui-quadratura a Netuno. Estes aspectos separativos nos sugerem que estamos num momento/ciclo de despertar para nossas verdades relacionais e de enxergarmos com mais nitidez e lucidez (Urano) as nossas dinâmicas afetivas (Libra); de nos responsabilizarmos pelas relações que atraímos e criamos (Saturno); e como as experiências difíceis, feridas e mágoas anteriores impactam nas nossas expectativas futuras e no nosso modo de viver as relações (Quíron). É um ciclo que traz uma iluminação, uma clareza maior sobre tais dinâmicas e nos convida a viver tais relações de forma mais independente, algo que já estava sendo gritado na Lua Cheia de Áries, de duas semanas atrás. O aspecto a Netuno, que ainda vai acontecer traz um alerta: lá à frente haverá um confronto entre essa nova consciência, já adquirida, sobre nossas recém conquistadas liberdade e independência e todo o anseio pela simbiose e fusão redentoras (Netuno), um desejo por voltar ao passado de inconsciência, de não ter que decidir ou escolher por nós mesmos, esperando que outros o façam por nós.

Portanto, este é um ciclo de termos muita clareza sobre nossas intenções acerca da nossa vida amorosa e das parcerias. Que tipo de relações queremos viver em nossa vida e estimular no nosso entorno? Esta lunação clama por consciência, por desenvolvermos esta nova consciência, novos modelos e formas de nos relacionarmos; de superarmos os modelos “certinhos” e adequados; de pararmos de procurar a pessoa “certa”, o homem/mulher/parceiro “ideais” para nós e começarmos a nos relacionar com as pessoas de verdade que cruzam nosso caminho, com todas as suas idiossincrasias e esquisitices, uma vez que nós também temos as nossas! Estes modelos relacionais que funcionavam antes, já não estão funcionando mais. Desde que Plutão entrou em Capricórnio em 2008 e Urano em Áries em 2010, estes “modelos” relacionais estão sendo questionados, de forma ampla e irrestrita, questionamentos simbolizados pela oposição de Urano e pela quadratura de Plutão a Libra, desde as datas mencionadas. E cada vez que uma lunação ocorre em aspecto com estes planetas, esses questionamentos e discussões ficam potencializados.

Reprodução

Este ciclo vem nos convidar a plantar novas sementes relacionais. Sementes que rompam com as expectativas esperadas, que ousem ser diferentes e aceitar o diferente, em nós e no outro. Vem nos convidar a lançar intenções que sejam mais fidedignas com aquilo que somos verdadeiramente, com a nossa natureza pessoal e menos focadas nas expectativas sociais de como devemos viver nossa vida amorosa/afetiva. Para quem está num relacionamento duradouro, de qualquer tipo, é hora de abrir as portas e janelas para ventilar a relação, para tirar a umidade e espantar o bolor acumulado; é hora de nos questionarmos, honestamente, o quanto estamos felizes e satisfeitos e encarar a verdade, qualquer que seja ela, sejam os problemas relacionados conosco mesmos ou com o outro; é hora de lembrar-nos de quem somos, individualmente e do quanto temos nutrido nossa individualidade ou o quanto a relação pode ter embotado tal individualidade – provavelmente por acomodação nossa mesmo. Em termos bem práticos, é um momento em que os casais precisam de mais espaço e liberdade, de sair da rotina automática e esperada, de fazer programas diferentes, juntos ou separados; de nutrirem-se como indivíduos, para voltarem para a relação cheios de surpresas, de novidades, de estímulos, de novo ânimo – uma individualidade enriquecida e interessante é essencial para que a relação continue saudável. Quem se recusar a abrir as janelas e portas, poderá ter que lidar com surpresas desagradáveis: o vendaval virá e arrancará portas, janelas, o teto, a casa inteira! É quando nos surpreendemos com a traição do outro, com a ruptura anunciada pelo outro – rupturas, aliás, estão muito favorecidas neste ciclo! Dessa forma, é melhor mesmo abrir as portas e janelas da casa,  da relação, da alma, da vida e convidar o vento a varrer tudo o que está embolorado e estagnado e ventilar o que precisa ser ventilado! Tenhamos coragem, o vento só vai levar o que não tem mais a ver com a nossa verdade!

Vênus, regente da Lua Nova, está bem isolada, sem fazer aspectos a outros planetas. O último aspecto que fez foi exatamente um quincôncio a Urano, quando ainda estava em Virgem. Esse isolamento sugere cautela, porque há inconstância na expressão dos afetos e desejos – ora queremos e somos efusivos, ora não estamos nem aí e nem nos importamos e essa oscilação deixa aos outros e a nós mesmos confusos e denota uma desconexão dos desejos e valores mais profundos. Assim, é essencial, nos momentos de dúvidas, em que não sabemos o que/como escolher, nos voltarmos para dentro e identificar quais são nossos valores básicos e se os mesmos ainda são válidos.

De modo mais geral, este é um ciclo de muita inconstância nos propósitos e nos humores. Há forte tendência a radicalismos, intolerância, notícias chocantes – a respeito das relações, como também a respeito das questões relacionadas à arte e à estética e aos conceitos de justiça e de equilíbrio – lá vem mais polêmica! Mas é também um ciclo de muita inovação, de buscar experimentações que revigorem nossa vida e nos façam renovar a vontade de viver, de nos sentir presentes no mundo, ocupando nosso espaço de direito, nos afirmando, afirmando nossa individualidade sem temor (Marte puxa uma formação de Locomotiva) e vivendo nossos propósitos pessoais e nossas relações de forma mais transparente e mais genuína.

E você, quais são suas intenções para este ciclo? Que tipo de relações deseja criar e viver? Que projetos pode visionar que trarão mais entusiasmo, inovação, estimulo para sua vida? Onde precisa renovar seus gostos estéticos? Onde precisa ter mais ousadia, talvez até chocar um pouco? Onde precisa dar uma “sacudida” para espantar a poeira e o bolor da estagnação e da previsibilidade? Pense nisso e lance suas intenções!

Feliz Lua Nova, feliz Novo Ciclo para você!

Lua Nova e Eclipse Solar em Virgem – Plantemos sementes de lucidez, porque vamos precisar!

solar eclipse birth chart paitTivemos nesta madrugada a inauguração de um novo ciclo lunar, uma Lua Nova, que também foi um Eclipse Parcial do Sol. A Lua foi Nova às 03h41min no horário de Brasília e às 06h41min no horário de Lisboa. Já o eclipse aconteceu às 03h55min ou 06h55min, respectivamente para Brasília e Lisboa. Esta lunação e eclipse acontecem a 20°10’ de Virgem e abre a segunda temporada de eclipses do ano. Este eclipse é seguido do Eclipse Total da Lua acontecendo a 04° de Áries, no dia 28 de setembro para a Europa (GMT) e 27 de setembro para o Brasil.

Em linhas gerais, uma Lua Nova em Virgem simboliza a oportunidade de iniciar novos projetos de maneira mais eficiente e organizada, naquela área de vida representada pela casa em que acontece no mapa natal; chama-nos a sermos mais autossuficientes e mais donos de nossas próprias emoções, sentimentos, e decisões; a prestarmos mais atenção aos detalhes e à coesão de nossas ações; sendo um signo relacionado ao corpo e à saúde, também representa um momento de dispensarmos mais atenção a isso; e, claro, Virgem também é um signo associado ao trabalho e ao cotidiano e uma Lua Nova aqui nos lembra de renovar nossas intenções quanto às nossas ambições profissionais, mas principalmente a renovar nosso modus operandi, abrindo mão de práticas que já não sejam tão eficazes ou produtivas.

eclipsolarparcial
Reprodução

 

Mas como já disse, esta Lua Nova é um eclipse e este eclipse traz uma tensão desagregadora, tanto pelas configurações do eclipse em si, quanto pela família a que ele pertence. Quando olhamos o mapa da Lua Nova, vemos que os únicos aspectos que a Lua Nova faz são tensos e a planetas pesados. Mesmo um aspecto mais fluido, um trígono, é feito a Plutão, um planeta que não é fácil de se dialogar, ainda que se trate de aspectos harmoniosos.

Mercurio REtro qta3.tumblr
Qta3.tumblr – Reprodução

Num eclipse solar, o Sol é eclipsado pela Lua, ou seja, a consciência solar é obscurecida por sentimentos, emoções, instintos e irracionalidade – para entender melhor a dinâmica, significados e efeitos dos eclipses leia este artigo. No caso de Virgem, uma possível manifestação pode ser comportamentos obsessivo-compulsivos, excesso de preocupações, hipocondria e comportamento workaholic. Considerando-se que atualmente só temos um planeta em Ar, Mercúrio, que está extremamente desacelerado, entrando em retrogradação daqui a quatro dias, podemos inferir que a irracionalidade e instintividade ficam mais acentuadas. Mercúrio torna-se mais importante porque é o regente da Lua Nova e do eclipse e seu posicionamento ganha peso. Mercúrio está em oposição a Urano e quadratura a Plutão, indicando, novamente, grande inquietude mental, mas também a necessidade de transformar nossos padrões mentais e a forma como organizamos nosso pensamento e os processos lógicos, nosso raciocínio e estruturação geral das ideias. Mas o fato de estar tão lento e preparando-se para dar meia volta sobre os próprios passos, alerta-nos para o fato de que esse é um ciclo de uma parada estratégica, uma parada em que analisamos cuidadosamente nossa caminhada até aqui. Sendo Virgem o sexto signo, estamos no meio do ciclo anual astrológico e podemos realmente nos beneficiar em desacelerar e reavaliar projetos, ações e atitudes. O fato de estar em movimento lento pode significar ainda que as manifestações do eclipse talvez demorem um pouco mais para serem percebidas e que o ciclo como um todo poderá ter uma qualidade de lentidão e morosidade que vai contra a presteza normal de Virgem.

Lua Nova em Virgem
Lua Nova e Eclipse Solar em Virgem – Brasília, 13 de setembro de 2015, 03h40min

Sol e Lua fazem oposição de um grau de orbe a Quíron e quincunce a Urano em Áries de menos de um grau, o que torna estes aspectos quase exatos. Quíron vem nos apontar nossas dificuldades e mazelas, aquelas que mesmo nosso controle mais obsessivo falha em encobrir, aliás, a própria necessidade de controle pode ser uma das mazelas que nos fragilizam aqui.  Quíron adiciona também uma sensibilidade e vulnerabilidade extremas ao usualmente composto e ultra eficiente signo de Virgem, lembrando que mesmo a eficiência e ordem Virginianas costumeiras não são suficientes para nos livrarmos de certas dores e de certos momentos de caos e pânico que a vida às vezes nos traz. Essa fragilidade pode ser tanto emocional quanto física, e neste ciclo podemos ser confrontados com as duas. Mas se com uma mão Quíron nos esfrega na cara essas vulnerabilidades e fraquezas, com a outra mão ele oferece grande potencial de cura e uma vez que tenhamos encarado nossas dores e feridas como elas são, sem engôdos ou sem fingir que não nos afetam, podemos acessar esse potencial curativo dentro de nós.

brooke
Brooke Shaden Photography – Reprodução

O quincunce a Urano nos alerta para a imprevisibilidade que colore o ciclo. Urano sempre sugere surpresas mas Virgem detesta surpresas e qualquer coisa que fuja do seu controle. Isso sinaliza ainda que há grande inquietude e ansiedade, que podem nos levar a um círculo vicioso e a atuar essa ansiedade de forma inconsciente, expondo-nos a acidentes e a acontecimentos abruptos de repercussões imprevisíveis. Essa inquietude é aumentada e pode se tornar em exasperação com o que percebemos ser uma “lerdeza” generalizada no ciclo. Na tentativa de superar a pasmaceira, podemos agir de forma caótica e desgovernada, portanto, neste ciclo, é bom ficarmos atentos com atitudes impulsivas nascidas da inquietude extrema. O trígono a Plutão em Capricórnio talvez ofereça força interior e potencial de regeneração e foco, mas está muito amplo para ser sentido de forma efetiva e decisiva.

question_sign_0_0_0_0_0_0
Reprodução

Outro aspecto que não podemos deixar de mencionar é Júpiter em oposição a Netuno e ambos em quadratura a Saturno, que ingressa definitivamente em Sagitário daqui a quatro dias. Na nossa tentativa de entender o que se passa e de ter mais clareza, podemos nos voltar para falsos gurus, nos deixar levar por fantasias e mentiras douradas a respeito de fatos diversos ao nosso redor, seja em âmbito privado ou mesmo coletivo, envolvendo a economia, a política e grupos sociais e religiosos. É preciso olhar para dentro de si mesmo e encarar o próprio potencial de engodo e fraude, nossa capacidade de mentir e lesar, mesmo que não o façamos de fato, para que possamos perceber isso em outros e no mundo lá fora. Se nos damos conta da escuridão dentro de nós, ela não nos surpreenderá, nem assustará quando a virmos nos outros, e estaremos aptos a reconhecê-la e nos precaver.

Serie Saros 125Este eclipse pertence à Série Saros 125, de acordo com o site da Nasa e à Série Saros Norte 18, de acordo com Bernadette Brady. Esta série começou em 04 de fevereiro de 1.060. O mapa natal desta série traz uma conjunção entre Lua, Sol, Mercúrio e Plutão e Urano está no Ponto Médio entre Marte e Saturno. Outra coisa interessante é que Mercúrio está retrógrado, o que nos remete ao mapa do eclipse atual, que também Mercúrio em aspecto a Plutão. A conjunção Mercúrio-Plutão é o ponto focal de uma T-Square fora de signo, ambos recebendo quadraturas de Urano em Sagitário e de Marte e Saturno, que estão em oposição a Urano. Brady diz sobre este eclipse inicial: “um alto nível de estresse acompanha a energia desta série de eclipses e as pessoas poderão experimentar uma limitação em suas forças. Eventos podem ocorrer exigindo empreendimento de esforços; isso pode se manifestar também como doenças ou acidentes. Toda atmosfera deste eclipse é de inquietação física, assim como preocupações e pensamentos obsessivos”. Quando consideramos a posição delicada do próprio Mercúrio no mapa atual, percebemos que esse tema é salientado, uma vez que Mercúrio rege movimento e pensamento, e consequentemente, as obsessões, um assunto que está – olha só! – sob a alçada de Virgem! Colocando tudo isso junto, percebemos que este é um ciclo em que precisaremos recorrer ao máximo da nossa lucidez para que não nos percamos ou sejamos vítimas de nossa própria compulsão e hiperatividade.

angelica paez
Angelica Paez – Reprodução

 

Uma coisa que talvez venha a apaziguar esses efeitos estressantes e debilitantes é o fato de o eclipse ser parcial e não tão potente quanto seria caso fosse total. Felizmente. E outro dado também notável é que o Sol e a Lua estão conjuntos ao Nodo Norte, associado aos propósitos futuros e aos caminhos que devemos tomar, em contraponto ao Nodo Sul, que é associado ao passado e os caminhos já trilhados. Assim, essa conjunção ao Nodo Norte é bastante feliz e ajuda a ter mais lucidez.

eclipse 13 set 15 - SE2015Sep13P
Eclipse Parcial do Sol, visível no Sul da África, Oceano Índico e Antartida
maurizio-anzeri-3
Maurizio Anzieri – Reprodução

O eclipse teve uma duração total de 4 horas e 25 minutos, o que significa que terá efeito por quatro anos e cinco meses, seu efeito mais agudo sendo sentido até 09 de março de 2016, quando acontece o próximo eclipse solar. Pessoas, países, empresas ou outras entidades que tenham planetas entre os graus 15 e 25 dos signos mutáveis (Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes) são mais afetados e sentem mais intensamente as reverbarações deste eclipse. É o caso do Brasil, por exemplo, que tem Mercúrio a 23 de Virgem no mapa da Independência. Isso pode implicar um recrudescimento das greves na educação e ocultação de informações valiosas na mídia e na política. O Sol do Brasil está a 14 de Virgem, um pouco distante, mas talvez ainda sinta os efeitos do eclipse. O Sol na Astrologia Mundana representa o poder máximo, o presidente ou chefe de estado, ou seja, a Presidente Dilma talvez sinta algum efeito deste eclipse.

Para concluir, lembremos que eclipses solares marcam períodos de grande instintividade. Há uma intensificação da energia que pode ser bastante estressante. Christine Arens diz que qualquer ser com um campo bioenergético é afetado, isso inclui animais e plantas. Como ocorre num signo mutável, a tendência é que sua manifestação se dê de forma instável, cheia de altos e baixos.

lamaisonbisoux wordpressA Lua Nova e Eclipse Solar acontecendo em Virgem vem, pois, propiciar um momento de purificação que pode ser física, mental, emocional e espiritual. Como a Lua está mais forte, assuntos e decisões do passado podem voltar à cena, demandando que os olhemos novamente. Decisões conscientes podem ser tomadas baseadas em questões inconscientes, sem que nos demos conta disso, portanto, é bom ter cautela e analisar com mais cuidado todas as decisões que se fizerem necessárias. O Sol sendo eclipsado também indica que a vitalidade física pode ficar comprometida, então, é bom cuidarmos melhor do sono, da alimentação e do bem estar em geral, atentando-nos para não desgastar energia desnecessariamente. E por último, Virgem rege temas como saúde, por isso, esse pode ser um bom momento para começarmos um plano de maior qualidade de vida que inclua hábitos mais saudáveis, alimentação mais equilibrada, e equilíbrio também na maneira como gerimos nossas atividades cotidianas – como esse também é o signo do artesão, podemos recorrer ao artesanato e trabalhos manuais diversos para acalmar a mente e o coração, quando a tensão ameaçar eclipsar de vez nossa lucidez. Esses podem ser ótimos propósitos para o ciclo, além do propósito geral de buscarmos mais lucidez e clareza. Plantemos, pois a lucidez de que tanto precisamos! Lembrando que os inícios são mais aconselháveis três dias após a Lua Nova, quando ela começar a aparecer no céu. Nos três dias em que é Nova, os instintos ainda estão governando, a Lua está combusta e totalmente escura, o que indica que não há clareza nem consciência suficientes à nossa disposição.

Uma ótima e feliz Lua Nova para você! Que seja cheia de saúde e que venha nos purificar de tudo o que precisamos deixar para trás. Que nos purifique dos pensamentos excessivamente desagregadores ou dos excessivamente conformados. Que purifique nosso corpo, mente, alma e espírito!

new bob du bois
Lua Nova – Bob Du Bois – Reprodução