Astrocartografia – Qual é o melhor lugar do mundo para você?

astro_acm_01_maria_sousa.58760.3934
O mapa mundi com linhas de Ascensão, culminação e declínio dos planetas, para um mapa natal específico.

Você alguma vez já viajou para um lugar em que se sentiu particularmente bem, motivado, energizado, feliz e onde tudo pareceu fluir? Ou, ao contrário, já chegou a um lugar onde toda a sorte de problemas lhe aconteceu, onde as férias foram horríveis ou os negócios se revelaram um erro e no fim você voltou desapontado, cansado ou até com prejuízos? Por que isso acontece?  Por que você se sente de uma forma num local e de forma completamente oposta em outro? Por que alguns eventos acontecem numa cidade específica? Teriam acontecido se você não tivesse ido ali?

paris
Paris – Reprodução

Ou, abordando a questão por outro ângulo: você acha que seria mais feliz se vivesse na romântica Paris? Ou mais bem sucedido se morasse em Nova York, a terra das oportunidades? Ou se tornaria mais aventureiro se fosse para a Nova Zelândia?

Será?

Astrocartografia – O que é

Astrocartografia é uma ferramenta da Astrologia que lida com esses conceitos e perguntas e que é extremamente útil quando a pessoa está planejando viajar de férias, mudar de cidade ou até mesmo de país. Ela tem sido muito utilizada em Astrologia Mundial, na predição de eventos, no desenrolar de situações políticas e bélicas, na predição de catástrofes, etc. Mas ela pode e deve ser utilizada também para benefício individual.

Há várias ferramentas de realocação dentro da Astrologia. Uma delas é fazer a sinastria do mapa do indivíduo e o mapa do país ou cidade em questão, percebendo áreas de harmonia ou de tensão entre os mapas.

astrrocarto

Outra forma bastante válida é levantar um Mapa Natal Realocado para a localidade onde se deseja ir. Consiste em calcular o mapa natal com a mesma data e hora, utilizando-se o Tempo Universal, mas alterando-se a cidade de nascimento. A posição dos planetas nos signos e seus aspectos permanecem os mesmos, porém o posicionamento nas casas pode mudar radicalmente, o que pode alterar completamente a percepção do indivíduo quanto a áreas de vida mais importantes, seus potenciais, relacionamentos, e sensação de ser afetado pelo “destino”. Idealmente se deveria cruzar informações das três técnicas para se ter interpretações mais acuradas, mas somente a Astrocartografia já dá material suficiente para a tomada de decisões.

Como funciona

A diferença básica entre o Mapa Realocado e a Astrocartografia é que esta trabalha basicamente com os ângulos do mapa, áreas consideradas pontos altos de expressão dos planetas: Ascendente e seu oposto, Descendente; Meio do Céu e Fundo do Céu. Quando um planeta aparece natalmente junto a um ângulo, sua energia e expressão na vida do indivíduo são sentidas de forma inequívoca, seja de forma positiva ou destrutiva, de acordo com a qualidade do planeta e com o tema geral do mapa. O indivíduo é obrigado a lidar com os assuntos e temas significados por aquele planeta desde cedo na vida, de forma direta, quando ele mesmo expressa essas qualidades, ou de forma indireta, como projeção, quando experimenta isso através dos outros. Outra diferença é que enquanto no mapa natal se usa apenas longitude e o posicionamento dos planetas na ecliptica, a Astrocartografia utiliza longitude e latitude, o que dá uma visão mais completa dos planetas no cosmos. Erin Sullivan diz: “as casas do horóscopo são baseadas numa visão do céu a partir da Terra e da ecliptica (zodíaco), enquanto as linhas angulares dos mapas de Astrocartografia são baseadas numa visão da Terra a partir do céu”, ou seja, é uma visão planetária da Terra. (2) É um sistema baseado no poder dos ângulos.

Elvis
Exemplo de Mapa Natal – Elvis Presley

Há outra diferença importante. Enquanto o mapa natal tradicional tem a forma de uma roda, uma mandala, na Astrocartografia trabalha-se com “o mapa do mundo mostrando os planetas e como eles se relacionam com o mundo inteiro, através das curvas contínuas de ascensão, declínio e culminação de cada planeta, que havia no momento de nascimento.” (1)

astro_acm_01_maria_sousa.58691.32591
Exemplo de mapa astrocartográfico

Por exemplo, se você viajar para um local beneficiado por uma linha de Vênus, você pode se perceber lidando muito mais com relacionamentos e parcerias. Talvez você encontre um parceiro e se case, talvez encontre um parceiro de negócios, esteja sempre rodeado por amigos e assim sucessivamente. Por outro lado, se você viaja para uma região que apresenta uma linha de Plutão, poderá se deparar com grandes transformações, com violência, pode até sentir que sua sobrevivência está ameaçada.

Um ponto crucial para a eficácia e eficiência da Astrocartografia é a hora de nascimento. Visto que é uma técnica em que os ângulos são fundamentais, uma diferença de 15 minutos na hora de nascimento pode significar alterações de ângulos e então a acuracidade fica comprometida. Portanto, a hora de nascimento correta é essencial para uma interpretação apurada.

Posso mudar meu Mapa Natal?

trabalho-pesado-23300237
Trabalho pesado – Dreamstime.com

É claro que nunca se pode perder de vista o mapa natal e seus temas ao usar a Astrocartografia. Uma dada região pode ser sentida como mais ou menos estressante de acordo com a consciência que tenho das energias que encontro ali. Se o mapa natal mostra Saturno na casa 12 e o indivíduo tem dificuldades em lidar com os princípios saturninos na vida, ao mudar-se para uma localidade em que Saturno está num ângulo, ele poderá sentir-se isolado, excessivamente cobrado, sobrecarregado por responsabilidades, poderá sentir que seu progresso é limitado pelas circunstâncias, resultando talvez até numa depressão. Se, por outro lado, o indivíduo tem vários planetas em Capricórnio, que é regido por Saturno, talvez ele se sinta bastante confortável em tal região. “Para entender como um planeta vai se manifestar é necessário entender como o indivíduo se sente a respeito daquele planeta e o que ele representa, embora na verdade, honestidade suficiente para entender tais sentimentos integralmente é provavelmente bastante rara”, (1) diz Jim Lewis, o criador da técnica de Astrocartografia como é conhecida hoje, em seu livro the Psychology of Astro*Carto*Graphy

Como todo planeta busca expressão, é possível que nos vejamos sendo enviados, inadvertidamente, para lugares com linhas de princípios arquetípicos com os quais não estamos acostumados a lidar, como quando uma pessoa é transferida pela empresa para a qual trabalha para o outro lado do mundo. Ou quando por exemplo, o parceiro da pessoa realocada deseja seguí-lo. Neste caso, é preciso entrar em contato com as energias de forma consciente, ao invés de simplesmente esperar que ela lhe caia sobre a cabeça na forma de “destino” ou eventos fatídicos. Nestas situações, embora não se possa mudar os aspectos planetários em relação à localidade em questão, pode-se pelo menos estar consciente dos temas que serão realçados durante a estadia, e fazer um esforço consciente de trabalhar essas questões, além de ficar atento quanto ao que se pode encontrar “no mundo lá fora”.

De-bem-com-a-vidaEntão, não se trata de “mudar” de mapa. O mapa natal e seus temas permanecem relativamente os mesmos, o que muda é o potencial de expressão de cada planeta, ou a ênfase que um ou outro tema adquire, de acordo com o lugar em que você vive. Um outro exemplo: uma pessoa que tem um mapa completamente ocidental, com quase todos os planetas do lado direito do mapa, pode sentir dificuldade em direcionar a própria vida, em “moldar” o próprio destino, e é freqüente essa pessoa sentir que ao invés de ter potência para criar oportunidades, ela tem que “se virar” com o que a vida lhe traz. Se essa pessoa muda-se para uma região em que o mapa torna-se oriental, ou seja, onde os planetas, especialmente o Sol e Marte, ficam próximos ao Ascendente, a percepção desta pessoa a respeito da própria vida e da própria potência pode mudar radicalmente. Não que não possa haver dificuldades, mas o senso de independência é modificado.

Claro, há indivíduos cujas linhas mais favoráveis e benéficas caem em regiões inóspitas, ou no meio de um oceano. O que se faz neste caso? Ainda se pode buscar linhas favoráveis secundárias.

Quando e como utilizar os benefícios da Astrocartografia?

A Astrocartografia pode ser muito útil então, para se antecipar que tipo de experiências se pode vivenciar numa determinada localidade, esteja o indivíduo viajando de férias ou residindo de forma permanente. Veja abaixo algumas situações:

Ao planejar as férias – Qual o objetivo das férias? Relaxar e descansar? Conhecer gente nova e expor-se a novas possibilidades de relacionamentos? Diversão e aventura? Tendo em mente o objetivo principal das férias pode-se direcionar uma região adequada, assim como evitar outras que não se adéqüem a esse objetivo, ou que possam mesmo significar problemas e estresse.

férias-de-verão

Quando se busca mudança de residência – Você sente, intuitivamente, que não consegue expressar todo o seu potencial no local onde mora, como se “algo” o segurasse, o inibisse, e vive pensando em mudar de cidade, e até de país. Pode ser então uma boa idéia prospectar as regiões mais “benéficas” para o sucesso profissional, para uma melhora nos relacionamentos, etc.

pool-spectacular

Quando a mudança de residência é compulsória – Neste caso a pessoa está sendo transferida pela empresa em que trabalha, para uma promoção ou mudança de cargo. A pessoa não tem tanta escolha quanto ao local, mas pode ver isso como uma oportunidade que a vida traz de desenvolver os potenciais que talvez tenham estado dormentes no local que viveu até então. A Astrocartografia pode ajudá-la a preparar-se para tais experiências e vivências, tirando o melhor proveito das energias e talvez contornando possíveis problemas.

rio janeiro
Rio de Janeiro – Reprodução

Então, já pensou qual é o melhor lugar do mundo para você?

Nota: Ofereço consultas em Astrocartografia. Para isso, é necessário hora de nascimento acurada. O cliente pode buscar as melhores localidades de forma aleatória e neste caso, olharemos no mapa mundi as linhas mais favoráveis de acordo com o objetivo desejado. Ou pode já ter em mente algumas cidades ou regiões que desejaria consultar, neste caso, podemos olhar até cinco regiões distintas, além de informar as áreas mais favoráveis, caso elas não estejam entre as regiões consultadas. Consulte mais informações e valores pelo email: psicologica.astrologia@gmail.com

(1)    Jim Lewis – The Psychology of Astrocartography – Ed. Words and Things, 1997.

(2) Erin Sullivan – Where in the World – Astro*Carto*Graphy and Relocation charts

21 opiniões sobre “Astrocartografia – Qual é o melhor lugar do mundo para você?”

  1. Boa tarde, você aplica a astrocartografia para a cidade onde o indivíduo mora? Para entender o melhor “bairro” para morar, trabalhar, pontos que podem.oferecer maior risco a.segurança??
    Qual.o.valor.cobrado para essa análise?

    1. Cristiane,
      A astocartografia utiliza latitude e longitude, então, há pouca ou quase nenhuma diferença dentro da mesma cidade. Para você ter ideia, 12 minutos correspondem a 20 km, e as influências de cada planeta pode chegar a cerca de 200 km, assim, esse nível de refinamento talvez seja conseguido mais pela intuição pessoal e pela sua própria afinidade com uma dada região da cidade em que mora. Espero que tenha respondido a sua questão. 🙂

  2. Olá. Irei me mudar e analisei a regiao e encontrei um aspecto de plutão e fundo do céu. Gostaria de saber se é um mal aspecto. Pois meu plutão está retrogado, porém na 5 casa com o regente na mesma em escorpião e em trígono com a 9 em peixes que está o sol.

    1. Olá Ana. Certamente é um aspecto tenso, não necessariamente mau. Depende do quanto este Plutão está integrado no seu mapa e de como você vivencia o que ele representa. é um posicionamento que demanda disposição para cavar fundo dentro de você mesma e da sua história; que esteja disposta a se transformar continuamente; a família também tende a passar por muitas crises e você é confrontada com muitos tabus e conteúdos obscuros do seu passado e do passado da sua família. Se você não é uma pessoa de natureza plutoniana, pode ser bastante tenso. Mas pode ser uma boa oportunidade de conscientização. Se possível, procure um astrólogo de sua preferência e faça uma análise para obter uma orientação completa.
      Bem vinda ao blogue! 🙂

  3. Olá sou portuguesa e vi o seu site com este artigo que achei muito interessante. Não me sinto bem, feliz ou realizada no sítio onde vivo e estou disposta a mudar de cidade mas tenho algumas dúvidas se estarei a wacolher o sítio certo. Qual é o valor para a Astrocartografia?
    Muito obrigada. Cumprimentos, Ana

Deixe uma resposta