A Semana Astrológica – Escolher, equilibrar, relacionar.

sol e lua
Reprodução

Semana de 22 a 28 de setembro

Semana de novos começos, de novos ciclos, que se inicia com o Equinócio da primavera*, com o Sol ingressando em Libra na segunda-feira, às 23h29min. Teremos dias intensos que nos trazem novas perspectivas de expansão e inspiração, algo mais que necessário depois das ultimas semanas de reserva de Virgem. Marte em Sagitário quadra Netuno e Plutão volta ao movimento direto depois de ficar mais de cinco meses retrógrado. Marte também começa a formação de um Grande Trígono em Fogo com Júpiter em Leão e Urano em Áries. O quincunce entre Júpiter e Quíron que vem se armando há muitos dias fica exato.  Mercúrio entra em Escorpião às e já começa a desacelerar, pois entra em movimento retrógrado no dia quatro de outubro às 14h02min, aos 02°18’ de Escorpião. A Lua começa a semana na fase Balsâmica no signo de Virgem. É então nova em Libra e viaja ainda por Escorpião e Sagitário.

Domenique Heidy
Domenique Heidy – Reprodução

A segunda-feira começa sem foco, sob a influência da quadratura Marte-Netuno, que vira depois umaCruz T com a Lua em Virgem se opondo a Netuno. Há grande desmotivação e é preciso combatê-la a todo custo, mesmo que ainda estejamos sangrando por dentro. É preciso também lembrar que embora tenhamos ideais de perfeição, a vida e os seres humanos são imperfeitos e é esta imperfeição que evoca o nosso amor, como diria Campbell. Às 23h29min (02h29min do dia 23 para Portugal) o Sol entra em Libra, marcando o Equinócio da Primavera. Ao adentrar Libra, os objetivos passam de exclusivamente pessoais para sociais e incluímos o outro na nossa visão. Em Libra alcançamos a civilidade máxima, abstraindo-nos e expressando-nos através das artes, da diplomacia, das negociações e dos ideais estéticos. Em Libra aprendemos a escolher, a equilibrar e anos relacionar.

Plutão volta ao movimento direto na terça-feira. Enquanto esteve retrógrado tivemos a chance de revisar em que áreas da vida há a necessidade de transformação profunda, agora estes assuntos que foram revistos voltam à linha de frente para serem elucidados e lidarmos com eles. Na terça a Lua também se opõe a Quíron, faz sextil a Saturno e conjunção a Venus. O dia fica denso e lembramos de novo de nossas imperfeições e incapacidade resolver tudo e curar tudo. Mas isso pode aumentar nossa compaixão e resiliência, se nos dispusermos a olhar para o lado e sair um pouco do eixo do nosso umbigo, percebendo que o mundo e a vida são maiores do que nossas pequenas mediocridades.

A Lua Nova acontece na quarta-feira, no grau um de Libra, inaugurando um novo ciclo que pede negociação, capacidade de decisão e equilíbrio na vida, um ciclo para focarmos em nossos relacionamentos e no balanceamento entre minha vontade e a vontade do outro.

Christian Schloe stardust
Christian Schloe – Stardust – Reprodução

Na quinta-feira a Lua se opõe a Urano em Áries e quadra Plutão em Capricórnio, enquanto Júpiter faz trígono a Urano. As amarras parecerão mais apertadas que nunca e o desejo é dar um basta a tudo o que nos tolhe e controla. O amor à liberdade e a originalidade se expressam de forma irrefreada e é bom ficar atento às novas idéias e insights, porque eles jorrarão por toda a semana!

Sexta-feira é dia de Vênus, que trafega pelo fim de Virgem, ainda em recepção mútua com Mercúrio em Libra (Vênus rege Libra, Mercúrio rege Virgem), porém está sem aspectos a não ser os formados pela Lua, simbolizando um certo isolamento e dificuldade de expressar nossos afetos. A Lua em Escorpião fazendo trígono a Netuno torna tudo mais denso e profundamente sentido, e ainda assim, talvez nos escape o jeito certo de demonstrar o quanto valorizamos aqueles com quem nos importamos.

corpo
Kate Lacour – Reprodução

No sábado a Lua Escorpiana quadra Júpiter em Leão, sinalizando de novo o conflito básico entre buscar a companhia divertida e o afago e a aprovação dos nossos pares ou preservar a necessidade de reserva e a auto-suficiência. Expansão ou contração. Mercúrio entra em Escorpião às 19h40min, já desacelerando em freio motor. A mente fica mais arguta, focada e sagaz, capaz de destrinchar os maiores mistérios e quebra-cabeças intricados.

O domingo fica soturno com a conjunção da Lua e Saturno em Escorpião, propício a investigações incansáveis, conversas metafísicas, atividades que requeiram disciplina, controle e o teste dos próprios limites. Nada muito sociável, porém. Ninguém tem paciência para firulas ou blá-blá-blá inútil, então, melhor fazer valer a pena os compromissos!

Linda semana para você!

* Na semana passada eu me confundi com as datas e movimentos celestes e publiquei que o Equinócio da primavera era no domingo, 21. Eu errei. O correto é 22 de setembro no Brasil e 23 no Hemisfério Norte.

Deixe uma resposta